Acompanhe o blog Perdi meu bebe. Basta clicar no quadrinho ao lado.

Quem sou eu

Minha foto
São José do Rio Preto, São Paulo, Brazil
Meu nome é Cecylia sou casada há 14 anos com o Paulo Henrique, tenho uma menina que se chama Débora hoje ela está com 12 anos. Sei exatamente como você esta se sentindo, porque já passei por isto também, perdi o meu bebê quando estava grávida de 7 meses e meio, foi morte intra-uterina no dia 09/10/2007 seria o meu segundo filho um menininho. Eu tive dengue com três meses de gestação a geneticista que me atendeu disse que o vírus da dengue pode ter entrado através da placenta e atingindo o feto e com 7 meses e meio ele desenvolveu hidrocefalia, juntou água na cabecinha dele. Como você eu sofri muito e até hoje sofro, porque não é fácil aceitar. Dói muito amiga, é uma dor que parece que não tem fim. Se você precisar conversar sobre tudo que lhe aconteceu estou a disposição. Se você já passou por isto escreva contando como você superou esta perda, e se teve outro bebe. O seu depoimento é um ato de amor, para outras mamães que estão passando pelo que você passou. Amiga (o) seja bem-vinda (o), agradeço sua visita. Deixe seu comentário.

NOSSOS ANJOS, AMOR ETERNO!

NOSSOS ANJOS, AMOR ETERNO!
Passe o mouse sobre o texto para parar de correr
"Meu Bebe, eu queria cantar para embalar seus sonhos, agora sei que os anjos do céu farão isso por mim... Eu queria olhar nos teus olhinhos a brilhar e dizer que te amo, agora farei isso olhando as estrelas... Eu queria te pegar no colo e te envolver no meu abraço, mas sei que nos braços do Pai você estará bem mais protegido do que nos meus... Por mais que o tempo passe, nunca vou me esquecer de você porque o meu amor é eterno."
SE QUISER PARAR A MÚSICA CLIQUE NOS DOIS TRACINHOS (II) LOGO ABAIXO NO MIXPOD, PRINCIPALMENTE SE VOCÊ QUISER VER ALGUM VÍDEO QUE ESTÁ NAS HOMENAGENS DAS MÃES DE ANJOS OU NO BLOG.

VISITANTES HOJE

"Muitas mulheres geram filhos, nós geramos anjos, por isto somos especiais para Deus."

QUEM PASSOU POR AQUI RECENTEMENTE

TRADUTOR DE IDIOMAS

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Cadastre-se e receba artigos do Blog por e-mail! Clique no link que irá para seu e-mail e confirme.

Digite seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

"A mulher que diz que não existe dor maior do que a dor de parto, com certeza nunca perdeu um filho!"

CONTE SUA HISTÓRIA TAMBÉM

Nossos anjos existiram, se fizeram presentes em nossa vida, mesmo que por pouco tempo, vamos eternizar estes momentos mágicos que vivemos fazendo esta homenagem para nossos bebes tão amados. A sua história pode ajudar outras mães de anjos que estão passando pelo mesmo que você. Basta publicar sua história nos comentários de cada postagem, só não será possível postar fotos.
Cecylia

terça-feira, 10 de junho de 2008

Como superar a perda do seu bebê.


Só o tempo ira fazer com que você supere a perda do seu bebê, esta cicatriz na alma talvez fique para sempre porque esquecer é impossível. Talvez uma nova gravidez ou adoção faça com que amenize esta dor.
Mas o mais importante de tudo é entregar o seu sofrimento nas mãos de Deus, é difícil compreender o porque do seu filhinho (a) ser levado deste mundo para o outro, mas eu creio que um dia teremos esta resposta, por enquanto temos que confiar que Deus fez o melhor por nós.

157 comentários:

  1. Eu sei o quanto é difícil enfentar esse sentimento de dor que corrói,aniquila e nos fere mortalmente. Exatamente ha 5 meses, perdi o que eu mais desejei na vida. Ser mãe!
    Com seis meses de gestação(gemelar)extremamente saudável, comecei a sentir contrações num dia e no outro estava na sala de cirurgia fazendo o meu parto.
    A obstetra optou por fazer o parto porque eu estava com sangramento intenso.
    Resultado é que os meus filhos nasceram ,logo na primeira semana um dos g êmeos faleceu e exatamente com uma semana de diferença o outro também veio a falecer.
    Não sei como conseguir sobreviver a tanta dor.
    Logo no inicio eu sequer conseguia respirar direito de tanta angústia que eu sentia.
    Hoje ainda sinto muita tristeza e desde o dia que perdir meus bebês, não tem um dia em minha vida que eu não pense neles. A saudade é demais.
    Mas graças a Deus,eu encontro forças para levar a minha vida e tentar ser feliz e entender que Deus me escolheu pra gerar dois anjos e sentir a emoção que toda mulher sonha de poder gerar um filho.
    A todas as grandes mulheres corajosas e MÃES um grande beijo no seus corações e que Deus nos abençoe e nos conforte!

    ResponderExcluir
  2. Oi querida muito obrigada pelo seu comentário, entendo a sua dor, pois só quem passou pelo que passamos entende realmente o que sentimos. O tempo passa, é muito difícil superar mas não nos resta outra alternativa a não ser aceitar. Acredito que Deus seja sábio em suas decisões ainda que não conseguimos entendê-lo.
    Escreva sempre que desejar.
    Cecylia

    ResponderExcluir
  3. Olá, Cecília! Já vai fazer um ano que perdi meu bebê e não consigo superar esta perda. Aos 6 meses de uma primeira gravidez relativamente sem problemas (fora a pressão que desde o início já se mostrava alta) fui surpreendida por uma mudança repentina no quadro do meu bebê que não tinha se desenvolvido de um mês para o outro. Era um quadro de pré-eclampsia que cuminou com uma cesárea de emergência e com a sobrevivência dele por apenas uma semana. Logo que isto aconteceu, sofri muito, mas retomei minha vida, voltei ao trabalho e etc. Agora, passado este tempo e quando penso em engravidar de novo, parece que tudo voltou bem pior do que antes. Minha psicóloga acha que não vivi totalmente o luto no momento certo.Preciso de um pouco de conforto e tranquilidade para poder ter coragem de engravidar novamente.

    ResponderExcluir
  4. Boa Noite, bom eu nao sou a mae, mas sou o pai, meu primeiro filho com minha esposa que pouco tempo conheci, por volta de 15:40 eu vi que algo tava errado e eu morando em recife e ela em campinas, me toquei desesperadamente a telefonar, liguei umas 4x ela atendeu e disse que estava no hospital ate aew tudo bem, ela estava bem cansada indisposta e etc, so que ai liguei denovo pra saber onde ela estava e com quem estava e aew ninguem atendeu, por sorte liguei pro vizinho, a esposa me disse que socorreu ela pra o hospital e ela teve abortado o bebe, cara ta sendo dolorido pra mim, to esperando no aeroporto algum voo que saia de recife pra campinas, tiveram 4 opçoes e todas lotada pense na angustia, ficar de 17:00 ate agora 22:53 esperando uma oportunidade, que so saira de 06:00 da manha, gostaria de saber oq fazer numa situacao dessa, sou marinheiro de primeira viagem e amo minha esposa, minha menininha pode ter morrido, mas a lembranca dela fica, putzzzz desculpa, mas ta dificil de aceitar uma situacao dessa obrigado pelo espaco que me deram, boa noite a todos vc beijos a todas as maes.

    ResponderExcluir
  5. Boa Noite Alex, pelo que você escreveu, você ainda não tem certeza sobre sua filhinha, espero que seja só um grande susto, mas idependente disto só a sua preocupação em relação a sua esposa tenho certeza que você será um grande pai, amigo e companheiro. O mais importante nestas horas, é você demonstrar seus sentimentos para sua esposa, abraçá-la com carinho e mostrar que você realmente se importa com ela e sua filhinha. Se sentir vontade de chorar, chore não segure suas lágrimas, a maioria dos homens tentam ser fortes, mas é importante para a mulher que o homem seja sensível, que ela veja que você esta sofrendo tanto quanto ela. Se de fato aconteceu o aborto, ela deve estar muito triste, carente, e confusa.
    Não sei de quantos meses sua esposa estava grávida mas uma gravidez interrompida mesmo que seja de pouco tempo nos deixa muito abaladas, pois nosso castelo de sonhos simplesmente desmorona. Espero que não seja confirmado o aborto, mas se for, Deus sabe de todas as coisas e Ele sabe o que é melhor para você, para sua esposa e sua filhinha, ainda que a gente não o entenda. Ele dará o conforto do qual vocês precisam. Fique com Deus.
    Escreva-me sempre que desejar.
    De sua amiga
    Cecylia

    ResponderExcluir
  6. hoje completa-se 4 meses, que perdemos o nosso bebe, parece q foi ontem, essa madrugada eu tive o mesmo sonho que no dia do acontecimento, o interessante é que no meu sonho, uma menina chega e fala: " PAPAI KD A MAMAE" e logo em seguida diz: "PAPAI NAO DEIXA A MAMAE". a crianca que iria nascer era um menino, hj Minha esposa esta com a mae dele no interio de sao paulo, e eu doido pra abracar ela, sentir o coracao dela, sentir como ela esta, eu tenho certeza q to fazendo muitas coisas erradas, eu nao era assim, preciso amar mais ela, e dar de si pra ela, como ela ta dando de si pra mim tb, hj seria um dia especial pois estaria completando 7 meses de gestacao, eu comprei um teste de gravidez logo cedo pra quando ela chegar agente fazer o teste, ela falando muito que acha q esta gravida, acho q é psicologico mas to torcendo tudo o maximo possivel pra que seja positivo, brigado mais uma vez pessoal. abraço a todos. Alex Brito (alexjava).

    ResponderExcluir
  7. Oi Alex, estou torcendo por vocês, tomara que seja gravidez sim, filho é a coisa mais linda que existe neste mundo, mas tome cuidado para não fazer pressão sem perceber em sua esposa, um resultado negativo é sempre muito frustrante. Deixe que ela tome a iniciativa em fazer o teste ainda mais se for psicológico como você diz, ela pode ficar muito mal caso o resultado seja outro do esperado. Tudo vai dar certo logo vocês serão uma família completa, Deus com certeza vai mandar um anjinho do céu para alegrar os seus corações, mas no tempo Dele, nao no nosso.
    Fique com Deus, e escreva para contar as novidades.
    Cecylia

    ResponderExcluir
  8. Queridos,
    Já faz um ano que perdi meu Felipe com 36 semanas de gestação. Ele simplesmente parou de mexer e nunca descobri a causa da sua morte. Ele era um menino grande, lindo e perfeito! Muitas vezes acho que este episódio com a dor mais intensa do mundo está ficando mais distante do meu dia a dia e do meu futuro, no entanto a cada situação difícil a dor vem a tona com toda a força. Seis meses após a morte de meu bebê me separei de meu marido, que foi completamente insensível a tudo que viví e inclusive ao Felipe. Hj quero reconstruir minha vida, mas confesso que meu coração ainda está dolorido e que todos os dias lembra da tragédia de perder meu filhinho.
    Muita Paz!
    Patrícia

    ResponderExcluir
  9. Oi Patrícia, sinto muito pelo Felipe.
    Entendo você, e sei o quanto você sofre, é muito difícil encontrar realmente um homem, que seja companheiro, compreensível e que demonstre o seu sofrimento em relação a perda do bebe. Infelizmente são duas perdas em tão pouco tempo em uma hora que você precisaria de carinho e atenção. Mas eu creio minha amiga, que Deus tem planos melhores para você, espero que este ano novo que se aproxima possa lhe trazer milhões de motivos para voce sorrir e ser feliz. Escreva sempre que desejar.
    Cecylia

    ResponderExcluir
  10. Bom dia Pessoal, venho compartilhar com voces a imensa alegria em que estou, desde o dia 07/01/2010 que recebemos a noticia que minha esposa esta gravida, agora comeca tudo de novo: acompanhamentos, cuidados, e etc gostaria de poder ter uma orientacao, alguma conversa, enfim nao sei oq falar, obrigdo a todos vcs por terem me escutado ate hj, bjs a todas as maes e pais, alex Brito

    ResponderExcluir
  11. Oi Alex que notícia maravilhosa, fiquei muito feliz com a gravidez de sua esposa. Com certeza você será um ótimo pai e vai ter uma família linda. Desejo sinceramente que tudo corra bem até o final. Que possamos festejar a chegada deste bebezinho.
    Dê muitos beijinhos na barriguinha da sua esposa, se faça um pai presente. Com certeza você fará um bem enorme tanto para o bebe como para a mamãe. Converse bastante com seu bebe, diga para ele que ele será muito amado. Lembre-se que Deus esta no controle de tudo, confie Nele e tudo correrá bem.
    Escreva sempre que desejar, e assim que souber o sexo venha nos contar.
    Cecylia

    ResponderExcluir
  12. oi gente eu tambem perdi meus bebes eu tava grávida de 5 meses de gemeos era duas meninas tem um mês que isso aconteceu estou muito triste eu nem imaginava que ia engravidar de gemeos mesmo tendo gemeos na nossa família,já estou tentando engravidar de novo será que vem gemeos de novo eu quero muito que isso acontesa eu não quero esperar muito pra ter filhos era minha primeira grávides esperei5 anos pra engravidar ai perdir minhas filhas ha dor foi grande mas deus sabe o que faz espero uma resposta.

    ResponderExcluir
  13. Amiga, sinto muito pelas suas gêmeas, é como você escreveu Deus sabe o que faz, e só Ele sabe se pode vir gêmeos novamente. Sei como você esta se sentindo perdi meu segundo filho no ventre aos 7 meses de gestação, uma gravidez interrompida sempre nos deixa muito triste, abala a nossa estrutura. Tem muitas meninas aqui no blog que perderam seus bebes na primeira gestação, engravidaram de novo e correu tudo bem agora elas estão com seus bebezinhos no colo. Confie em Deus e nunca desista do seu sonho de ser mãe.
    Escreva sempre que desejar
    Cecylia

    ResponderExcluir
  14. Perdi meu primeiro bebê quando ainda namorava com meu marido,estava grávida de 4 semanas e assim que fiquei sabendo que estava grávida, no dia seguinte perdi o bebê através de um aborto espontâneo, sofri muito e demorou para amenizar a dor.Depois de um tempo me casei, passou-se quase 8 anos e resolvemos tentar ter um bebezinho, depois de muita luta engravidei e estava muito feliz, assim como meu marido.
    Apesar de sentir muitas cólicas, meu médico sempre dizia que meu bebê estava bem. Fiz repouso desde o início da gestação para garantir a saúde do bebê, me alimentava bem, tomava os remédios específicos para gravidez como o ácido fólico, enfim fazia de tudo para que o bebezinho se desenvolvesse bem. Sempre que sentia algo diferente coprria ao médico e pedia um ultrassom, lembro que fiz uns 4 e ele sempre me dizia que o bebê estava bem e que a preocupação era coisa de minha cabeça. Então quando meu amorzinho ía completar 18 semanas, amanheci muito cansada e com um pequeno sangramento.Como meu médico havia viajado, fomos atendidos por outro médico que logo disse que minha barriga era muito pequena para ter 4 mses e meio de gestação, ele não conseguiu ouvir o coraçãozinho do meu bebê, então fez um ultrassom e disse que meu anjinho estava morto e que não havia se desenvolvido.
    Fiquei desesperada,me recusava a acreditar, me recusei a deixar tirar meu bebê.Fui em busca de uma segunda opinião, telefonamos para várias clínicas da região e por ser sábado se recusavam a a nos atender.Eu rezava sem parar, esperava um milagre acontecer, viajamos para uma cidade distante e em todos os hospitais se recusavam a nos atender, se recusavam a fazer uma ultrassonografia em mim por mais que implorássemos, nem pagando, queriam nos atender por causa de burocracia.
    Já estávamos sem esperança quando fomos em uma clínica e um médico muito atencioso fez um ultrassom em mim e confirmou com mais detalhes que meu anjinho estava morto e que não estava se desenvolvendo.Meu bebezinho me deixou com 18 semanas, não consigo esquecê-lo um só minuto, não me conformo. Meu marido é maravilhoso e está me apoiando, se não fosse por ele eu gostaria de ter ido junto com meu bebê.Dói demais, duas perdas.Sinto falta de meu bebê, conversava com ele todos os dias, ele recebia um beijinho do pai toda vez que ele saia ou chegava de algum lugar.Me ajudem a superar essa perda.
    Lucineide

    ResponderExcluir
  15. Oi Lucineide, sinto muito pelos seus bebes.
    Amiga, a dor da perda é terrível, nos consome a cada dia, mas temos que confiar que Deus é sábio em tudo o que faz. Sei que é difícil se conformar, mas quanto mais questionamos, mais sofremos, digo isto por experiência própria.
    Que bom que você tem um marido maravilhoso que te apoia, isto é muito importante para a sua recuperação. Sei que um filho nunca substitui o outro, mas logo vocês terão outro anjinho para alegrar seu coração, creia nisto. Não desista do seu sonho de ser mãe.

    Escreva sempre que desejar.
    Cecylia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é sempre uma lembrança que fica, é sempre uma amor guardado e etrnamente ficara aquele lindo anjo pra alegrar as nossas vidas... pras nos fazer sentir saudades... e nos fazer sentir que não estamos só...estes anjinho não vem por acaso...não se vão por acaso... a missão deles começa e acaba ali, e outros viram pra ficarem mais tempo... mas o ampor a dor da perda, a saudade a tristeza de não ter mais conosco aqule anjinho é triste... mas com o passar do tempo a dor minimiza a saudade se acalma e a lembrança fica na eternidade e o amor eçe nunca morrerá

      Excluir
  16. ola sou a maria e tal como muintas mulheres tambem eu perdi o meu anjinho,o meu bebe ,o meu marley . passado um ano e como se fosse hoje. os nove meses de gravidez correram normalmente no fim do tempo fui para o hospital para ter o meu bebe e tudo correu mal depois de 7 horas de parto finalmente o meu menino nasceu mas nao sobreviveu a dor foi tanta que eu so queria morrer ,mas tive que pensar no meu filho mais velho que precisa de mim e e o meu orgulho . todos os dias da minha vida sofro muinto a perda do meu anjinho e as vezes acho que nao vou aguentar ,peco a deus que me de muinta forca a mim e a todas as mulheres que passaram pelo mesmo .

    ResponderExcluir
  17. Oi Maria, sinto muito pelo Marley.
    Sei como você se sente amiga, mesmo que o tempo passe fica sempre uma tristeza na alma, parece que esta faltando um pedacinho da gente. Assim como você também tenho uma filha que hoje esta com 10 anos, ela é a minha razão de viver, temos muito que agradecer a Deus, por tê-los ao nosso lado, enquanto muitas mulheres não podem nem ter filhos. Eu sei que dói demais a saudade é enorme, mas creia que o Marley esta em um lugar muito melhor do que aqui, ele esta na presença de Deus, e um dia você vai reencontrá-lo. Tenho certeza absoluta que Deus esta cuidando muito bem dos nossos anjinhos. Que Deus possa confortar seu coração, e que Ele possa te ajudar a aceitar a vontade Dele.
    Escreva sempre que desejar.
    Cecylia

    ResponderExcluir
  18. Olá,sou Aline e também perdi um anjinho.Eu estava com 36 semanas de gestação até que na terça feira de carnaval ela parou de mexer.Fiz um ultrassom que constyatou que realmente o coração havia parado.Ela ia se chamr Yasmin. Foi muito doloroso, ainda mais porque induziram o parto norma. Fiquei de qurta até sabado esperando para fazer o parto.Sinto muita falta do meu bebê, mas me conformo quando penso que ela deixou muitas coisas boas principalmente me deixou mais unida ao meu esposo.Tenho muito apoio da minha família e principalmente do meu amado esposo.Já penso em engravidar novamente e creio que desta vez Deus vai ser bondoso comigo e vai deixar eu ser mãe, que é meu maior desejo.Muito obrigada por este espaço. Um abraço!

    ResponderExcluir
  19. Oi Aline, sinto muito pela Yasmim.
    Que bom que você tem o apoio do seu marido e de sua família, é o que mais precisamos nesta hora de tanto sofrimento. Você vai realizar seu sonho de ser mãe sim, confie em Deus, na hora certa Ele vai te presentear com outro anjinho do céu.
    Que Deus possa confortar seu coração, assim como Ele tem confortado o meu.
    Escreva sempre que desejar.
    Cecylia

    ResponderExcluir
  20. Cecylia tenho 17 anos estava gravidaa tava tudo indoo muito bem era uma meninaa so que sofri tbm
    (morte intra-uterina)So que eu estaaa com o virus da dengue minhaa finhaaa acabou morrendooo... Ainda naum superei a perdaa era tudo que eu queriia pra minhaa vidaa maiis naum deu certooo estou muito tristee com tudo isso !!!

    ResponderExcluir
  21. Oi amiga, sinto muito por sua filhinha.
    Você é a primeira pessoa que me escreve dizendo que perdeu seu bebe, porque estava com dengue também. De quanto tempo você estava grávida e quando aconteceu?
    Cecylia

    ResponderExcluir
  22. Eu estava gravida de 6 meses quando fiquei sabendoo disso quase morri eesses tempos agoraaa
    doi muitooo acho que naum vou ser a msm sem elaa minhaa vidaa ja tava muiito boaa quandoo soube que ia ter ela amis naum deu né e avidaa naum e para acontecer meu namorado tbm ta muito tristee por que ja tava se acostomandoo ocm ela compramos tudoo praa elaa decoramos o quartoo so faltava ela vim mais agora e bola pra frentee ...

    TO MUITO TRISTE COM TUDO ISSO

    ResponderExcluir
  23. Olá meninas hoje já fazem 17 dias que me despedi de meu anjinho LUCAS e esse blog assim como as belas palavras que a Cecylia sempre nos fala também. Cada dia a saudade e o vazio e muito grande mas no momento só nos resta voltar nossos pensamentos a DEUS, pensar que ELE sempre que o nosso melhor e que em breve nosso sofrimento passará e todas seremos abençadas em podermos ser mães e superar o que estamos passando agora. Fiquem todas com DEUS e tenho certeza que com a ajuda dele conseguiremos superar esta a dor e etapa tão difícil e sempre pensar que nossos anjinhos estão sendo bem cuidados lá no céu junto ao PAI. Tentei localizar a primeira postagem que fiz que foi mais ou menos dia 26, se vc Cecylia tiver como disponibilizar pra mi gostaria de guardar. Mais uma vez fiquem com DEUS e muita força a todas!!!!

    ResponderExcluir
  24. Oi Flávia, que bom que você escreveu, espero que Deus possa confortá-la a cada dia, assim como Ele tem me confortado, o primeiro comentário que você fez foi em Mães que choram por seus filhos se você quiser recebê-lo por e-mail, envie seu endereço de e-mail para: perdimeubebe@gmail.com, que eu te envio.

    Segue abaixo o comentário feito dia 27:

    Olá meninas. Achei muito interessante e confortante este blog para todas nós que estamos passando por este momento tão difícil. Meu anjinho Lucas nos deixou agora dia 20, até o momento sem explicação, segunda dia 15 fiz um ultrasom, onde o coracãozinho dele batia normalmente, ao exame morfológico estáva tudo ok, mas ele apresentou o peso um pouco abaixo do normal. Liguei para o médico que me tranquilizou e pediu que eu fizesse um doppler do coraçãozinho e na semana seguinte um doppler geral, mas tranquilizada após conversar com amigas sobre o caso marquei o dopller do coração para quinta dia 20. Ao fazero exame a notícia mais triste de minha vida, o coraçãozinho o meu anjinho Lucas tinha parado e lá estava ele bem quietinho, que sensação horrível. Como pode acontecer isso de segunda pra quinta?não tive nenhum sintoma, mal estar, fiquei desesperada, desnorteada sem saber o que fazer, meu marido estava comgo nessa hora, graças a DEUS, o que me deu força vamos dizer assim.No dia estava completanto 28 semanas, um bebê muito esperado, amado, desejado por todos.Antes já tive dois abortos no começo da gravidez um em 1999 e outro em 2006 e fomos abençoados por um filho que em junho completa 10 anos que é a razão de nossas vidas e que nos esta dando força para continuar nossa caminhada, mas ele também estava muito ansioso com a chegada de nosso anjinho Lucas. Hoje faz uma semana que passei por uma parto normal e sai sem meu anjinho, que nasceu lindo, perfeito, parecido com o irmão e a impressão que tive é que ele estava dormindo.Hoje passado uma semana só tento pensar em DEUS, no que ele nos reserva pra nós e que ele há de acalmar nossos corações e nos dar força pra superar esta perda e esse vazio que nos consome neste momento.Estou confiante em DEUS e que ELE sabe de todas as coisas e sempre quer o melhor pra nós e na hora certa as coisas vão acontecer, se for para que ele nos mande um novo filho (substituir não acontecerá pois nosso LUCAS foi único e está no céu junto ao PAI cuidando de nós, estaremos prontos para recebe-lo e se for para que nos conformamos com o que já temos, temos que pensar que já fomos abençoados por termos tidos a dádiva de termos sido mãe. Gostaria de dizer que este blog tem me ajudado muito e alivia os nossos corações ouvir relatos e dividir experências com todas vocês. Nossos anjinhos estão todos no céu, ao lado o PAI, que com certeza está cuidando muito bem deles. A lembrança, o carinho, o rostinho deles e o tempo que passamos com eles isso jamais apagará. Gostaria também de agradecer a toda minha família, em especial ao meu marido Dirceu, que tem sido meu alicerce neste momento e a você Cecília parabéns por esta iniciativa. Quem quiser me mandar e-mail com certeza responderei todos com carinho. Um grande abraço a todas e qu DEUS conforte nossos corações. Flávia. E a meu anjinho LUCAS, mamãe tem a dizer que você estará sempre comigo em emus pensamento e em meu coração. Fique bem com Papai do céu

    ResponderExcluir
  25. PERDI BEBE 2 VEZES SEGUIDAS NÃO SUPEREI E ACHO QUE NUNCA VOU.[SÓ VIVO CHORANDO,ESTOU NESTE MOMENTO!]A ÚLTIMA PERDA TEM 3 MESES,E NÃO QUERO + ESTOU PERDENDO A ESPERANÇA. ME AJUDE POR FAVOR

    ResponderExcluir
  26. Oi querida, sinto muito por seus bebezinhos.
    Sei que não é fácil perder um filho ainda que a gestação esteja no comecinho, mas você não pode desistir do seu sonho de ser mãe. Os obstáculos existem para serem vencidos, quando você estiver com seu filhinho no colo você verá o quanto valeu a pena lutar por um sonho. Procure seu médico ginecologista para tentar descobrir o motivo destas perdas, tem problemas que a gente nem sabe que tem, que levam ao aborto espontâneo e com tratamentos tudo se resolve. Que Deus possa te dar forças para continuar sonhando, e que seus sonhos ser tornem realidade o mais breve possível.
    Escreva sempre que desejar.
    Cecylia

    ResponderExcluir
  27. Oi Cecylia, sinto muito pela sua perda, sei oque você passou. Estou em uma contagem regressiva e em desespero pois é assim que me sinto. Depois de seis anos de casamento resolvemos ter o nosso primeiro filho, fiz uma ecografia com 11 semanas e estava tudo bem com o BB, quando retornei para fazer outra ecografia com 14 semanas recebi a noticia da minha obstetra que o BB estava com líquido no torax e no abdomen, e um higroma cistíco estava crescendo muito rápido na nuca do BB, me desesperei, começou o meu desespero pois a minha GO mencionou que teria um aborto espontâneo, todos os dias rezei para que isso não acontecesse. Estou entrando na 20º semana de gravidez e agora tenho que fazer uma ecografia por semana para verificar quando o coração do meu BB irá parar para induzir um parto. Procurei outros especialistas em gravidez de risco para tentar salvar o meu BB mas todos depois de fazerem uma ecografia apenas se lamentam e infelizmente dizem não ter como salva-lo. Eu sinto o meu BB mechendo e isso é uma esperança que agora na última ecografia que eu fiz me machucou ainda mais, na ecografia foi observado que não tenho mais líquido aminiotico, o meu maior sofrimento é pensar que o meu BB está sofrendo, sentindo dor.

    ResponderExcluir
  28. Oi querida sinto muito pelo seu bebe, lendo o que você escreveu relembrei dos meus momentos de angústia e tristeza pelo qual passei.
    No 5º mês de gestação foi diagnosticado que o meu bebe estava com dilatação no ventrículo esquerdo dentro da cabecinha dele, mas que poderia estabilizar. Nunca ninguém me disse que o meu bebe poderia morrer, mesmo porque os médicos não tinham certeza de nada. Eu pedi muito para Deus curar o meu filho, entrava para fazer o ultra-som com a esperança de que eu teria um laudo diferente, que um milagre pudesse acontecer, mas infelizmente isto não aconteceu. A dilatação ventricular aumentou muito e acabou virando hidrocefalia, juntou água dentro da cabecinha do meu bebe, e aos sete meses e meio de gestação ele não agüentou a pressão craniana e acabou morrendo no meu ventre. Tive que entrar em um centro cirúrgico sabendo que não sairia de lá com meu bebe no colo. Na época me revoltei muito com Deus, não conseguia entender o motivo de Ele não ouvir minhas orações. Mas hoje entendo que Deus me poupou de uma dor ainda maior a de ver o meu filho sofrendo em um hospital, sendo espetado por agulhas, pois se ele tivesse sobrevivido teriam que colocar uma válvula na cabeça dele para drenar a água que juntou por dentro e provavelmente ele seria uma criança totalmente dependente. Sei que hoje meu bebe esta bem, ele esta no céu e diante Deus ele é perfeito.
    Amiga se eu pudesse voltar no passado faria tudo diferente, se meu filho ainda estivesse vivo dentro da minha barriga, ao invés de me desesperar eu conversaria com o meu bebe. Diria para ele não ter medo, que eu o aceitaria do modo que ele viesse perfeito ou não. Eu aproveitaria cada minuto ao lado dele enquanto ele estivesse comigo, porque este tempo não volta mais. Diria para ele que mesmo o amando muito que eu o deixaria partir se assim fosse à vontade de Deus, porque Deus sempre sabe o que é melhor para cada um de nós.
    Confesso que ainda não sei por que o milagre que eu esperava não aconteceu, talvez seja porque eu tive muito medo, e o medo anula a fé. Mas tenha certeza que se for propósito de Deus que seu bebe sobreviva, mesmo que os médicos digam que ele não tem chance nenhuma é Deus quem decide e não eles.
    Saiba que se Deus nos escolheu para serem Mães de Anjos é porque Ele nos julga capaz de superar tudo isto, inclusive para ter outros filhos futuramente.
    Escreva sempre que desejar, e se quiser me adicionar no MSN, posso estar falando com você online: perdimeubebe@hotmail.com
    Cecylia

    ResponderExcluir
  29. olá cecylia
    meu nome é jacqueline e perdi meu bebe dia 3 de junho. minha gravidez estava perfeita. dia 1 de junho fiz uma cardiotocografia pra saber se estava tudo bemn com a minha Sophia, e o exame dizia que estava td bem. no mesmo dia á noite comecei a sentir contrações , chegando no hospital fiz o exame novamente, e a médica disse q minha filha não estav bem, fiz uma cesareana de emergencia e minha filha foi direto pra uti, onde ficou 3 dias sedada e cheia de aparelhos. sofri muito, td q eu queria era tirá-la dali e e levá-la pra casa. ela faleceu no dia 3. e parece q eu naum acredito até agora. ás vezes eu acho q já estou bem, mas tem dias como hj q doi muito e eu nao consigo parar de chorar. meu marido é ótinmo e me apoia muito, mas eu sinto q ele sofre muito ao me ver triste e naum sabe como lidar com isso. eu só queria q iso naum estivesse acontecendo.
    obrigada pelo desabafo, vc é uma pessoa maravilhosa que se dispoe a ajudar todas essas mães.
    que Deus te abençoe muito

    muito obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,meu nome é Kelly perdi meu bebe neste domingo dia 09/02/2014,ele nasceu de 28 semanas,lutou muito pela vida,ficou conosco 20 dias,dias estes que mudaram para sempre nossas vidas,tudo ainda é muito recente,e tenho certeza que a lembrança do nosso anjo Samuel será eterna.
      Sei que Deus tem um plano para cada um de nós,mas a lembrança do meu anjinho entubado,lutando pela vida dói tanto que acho que não vou suportar.Deus abençoe a todos.

      Excluir
  30. Oi Jacky, sinto muito pela Sophia.
    Entendo o quanto você esta sofrendo, pois perdi o meu bebe também e sei o quanto dói a ausência destes anjos em nossas vidas. Todas nós Mães de Anjos queríamos que nossos bebes estivessem aqui, mas quem somos nós para questionarmos a Deus.
    Faz muito pouco tempo que a sua anjinha foi para o céu, imagino o quanto você esta triste. No começo eu chorava muito também, mas hoje graças a Deus estou bem, com o tempo a gente aprende que a vida continua, e apesar da saudade não podemos perder a esperança de que dias melhores virão.
    Confie em Deus amiga, Ele levou a Sophia, mas Ele pode trazer um irmãozinho ou irmãzinha para ela, e você terá um filho lindo na terra e um anjinho no céu, pois mãe você já é.
    Confie em Deus e sempre que quiser escrever fique a vontade. A proposta do blog querida é justamente esta, desabafar com mães que compartilham da mesma dor, pois uma conforta a outra.
    Que Deus possa confortá-la assim como Ele tem me confortado.
    Cecylia

    ResponderExcluir
  31. ola Jacky, passamos quase pelas coisas, pois meu caso foi bem parecido ao seu. Perdi meu Gabriel em dezembro de 20009 e sei bem o tamanho da dor. aqui no blog vc encontrará amigas pra te dar forca e esperanca, assim como Deus que nao nos abandona nunca. me add no msn prisciladarolt@hotmail.com

    ResponderExcluir
  32. Oi Cecylia
    Meu nome é sandra, perdi meu anjinho com 6 semanas de gestação, ele parou de se desenvolver.
    Planejei tanto esta gravidez... e agora me sinto muito frustada. neste momento estou até chorando...graças a Deus meu marido me apoia muito. sabe as vezes sinto que certas pessoas que já possuem filhos me olham com um jeito diferente,vc deve sabe como é não é mesmo. as vezes acham que elas pensam: Coitadinha ela não consegue gerar um filho. " e esses olharem me fazem mal pois elas não sabem o quanto estou sofrendo.
    é isso precisava desabafar, estou muito triste
    obrigada.

    ResponderExcluir
  33. Oi Sandra, sinto muito por seu bebezinho.
    Deus tem visto as suas lágrimas e logo te enviará outro anjinho para confortar seu coração.
    Na maioria das vezes querida as pessoas nem estão pensando nada, mas a gente sim! Colocamos mil coisas na cabeça, pois estamos emocionalmente abaladas. Sentimos-nos humilhadas e achamos que o mundo esta contra a gente, mas na verdade amiga ninguém tem culpa pelo que estamos passando, de fato as pessoas não sabem o quanto sofremos com a perda de nossos bebes, e não sabem como se comportar diante destas circunstâncias. Só quem já perdeu um filho consegue entender a nossa dor. Isso tudo vai passar, não se deixe abalar por estes pensamentos, busque a presença de Deus e se fortaleça para receber outro anjinho em sua vida.
    Escreva sempre que desejar.
    Cecylia

    ResponderExcluir
  34. oi sandra tbém perdi meu bb ha 1 mês atrás,eu estava com 4 mêses de gestação e vi meu mundo desmoronando quando na ecografia vi meu bb imovel,estava morto ha uns 5 dias,sofri muito e sofro até hoje,tbém me senti como vc parece q todos me olhavam e apontava na rua,me senti humilhada e rejeitada por todos,sozinha desfiz amizades e briguei muito com meu esposo,minha vida desabou completamente,num momento eu era a pessoa mais especial e importante e num segundo depois tinha virado uma pessoa comum,hoje depois de tanto brigar,chorar e perguntar porque???sem dormir ,sem me alimentar so atras de uma causa uma razão,implorando atenção de quem não merecia,hoje eu me sinto melhor,mais conformada,não descobri a causa e nem acredito que vou saber por agora,só deus me dara a resposta,hoje descobri meus verdadeiros amigos e entendi que nessa hora muitas pessoas não entendem e não sabem como nos ajudar,procuram palavras e acabam usando aquelas que jamais gostariamos de ouvir!mas não é pra nos chatiar e sim porque ja estamos tão angustiadas que tudo nos doi,aqui no blog encontrei de verdade que me entende,pessoas que passam pela mesma dorestão sempre me ajudando e vice versa,eu aprendi que se estamos com vontade de chorar se deve chorar o tanto q precisar,mas não esqueça que por mais que doa vamos precisar levantar e seguir em frente e criar esperanças de novo,pois sei que deus esta nos segurando firme e nossos anjinhos nos ajudara a ter forças e nos iluminara.
    1 forte abraço .

    ResponderExcluir
  35. olá, dia 09 vai fazer 6 meses que perdi minha filha, Maria Luiza. foi uma gravidez planejada e etava tudo indo bem até os 5 meses qdo fui pro hospital no dia 21 de dezembro com um sangramento, a minha bolsa estava pra fora e poderia se romper. Passei o Natal no hospital depois de ter feito um procedimento chamado de cerclagem. Fui pra casa pro ano novo em absoluto repousomas no dia 6 de janeiro por conta de uma infecção na bolsa, ela se rompeu. Passei por uma cesarea, minha filha pesava apenas 400 gramas, era muito pequena, naquela UTI cheia de fios e remédios. Mas no dia 9 o coração dela não resistiu e parou.estou de licença do trabalho mas até hj sofro muito, com muita saudade, muita tristeza, uma dor enorme no meu peito com a qual não consigo, viver e não consigo superar. é bom ter com quem partilhar. O q é possível fazer pra amenizar tudo isso?

    ResponderExcluir
  36. Oi Giselle, sinto muito pela Maria Luiza.
    Amiga o único meio de amenizar essa dor é você se entregar nos braços de Deus, aceitar a vontade Dele acima de todas as coisas. Quanto mais questionamos mais sofremos. Procure colocar no seu coração que a sua pequena esta bem, e que um dia você irá reencontrá-la novamente quando Deus te chamar de volta, sei que você queria muito que ela estivesse com você, eu também queria muito que meu bebe estivesse comigo, mas como você mesma viu não depende da gente. Quando você procurar entender que Deus só quer o nosso bem e de nossos anjos, você conseguirá superar esta perda, não digo esquecer, pois esquecer é impossível. Mas com o tempo você se sentirá melhor e de repente até arrume um irmãozinho pra Maria Luiza. Enxugue suas lágrimas amiga e deixe que Deus cuide dela pra você, agora ela é mais uma estrelinha que brilha no céu. Depois de dois anos e meio estou mais conformada, mas a resposta que queremos do porque de todo esse sofrimento, só Deus poderá nos dar.
    Escreva sempre que desejar.
    Cecylia

    ResponderExcluir
  37. Nunca imaginei que a palavra Nanismo um dia deixasse-me tão triste e com um vazio enorme dentro de mim .talvez tambem com um sentimento de remorsos ,foi assim no dia 24 de fevereiro 2010 que fui á consulta das 13 semana estava tao feliz que levei o meu menino para ver o seu irmaozinho e o pai estavamos tão felizes ,até que o medico informou-nos de malformaçao grave e de nanismo caiu -me o mundo na cabeça .Somente me restava o aborto tinha que tomar uma decição a mais dificil que já tomara em minha vida ,e no dia seguinte eu estava lá naquele hospital com as lágrimas nos olhos pois as lagrimas caiam como chuva de inverno sem caretas .Depois de 3 dias deixei de estar grávida ,olhei para aquele pedacinho de carne meu ,fruto de um amor enorme como foi desejado tinha quase a certeza que um dia teria o nos meus braços e o meu menino teria o seu irmao desejado.peço perdao a Deus todos os dias da minha deciçao,não seria justo por uma vida no mundo para sofrer,ou talvez Deus acabaria por levá-lo para junto de si .Ainda hoje choro e sinto uma vontade enorme de voltar engravidar mas o medo de passar de novo por isto atormenta-me ,rezo todos os dias para que Deus nao se esqueça de mim para voltar a sorrir de novo ,mas no fundo do meu coraçao sinto que vou ser mae outra vez e que tudo vai correr bem .e ver o meu menino um dia feliz a brincar com o seu irmao desejado.

    ResponderExcluir
  38. Oi amiga sinto muito por seu bebezinho.
    Um dia assisti a uma palestra no qual a palestrante, apresentava o seu anjo, ela dizia que seu anjo não era igual aos outros ele tinha as asas quebradas, a criança entrou em uma cadeira de rodas, não falava, não andava, mas tinha um coração que batia dentro dele e enchia a todos em sua casa de alegria com seu sorriso inocente. Ela emocionou a todos e nos ensinou que devemos amar nossos filhos do jeito que eles são perfeitos ou não, porque eles foram enviados pra nós.
    Como você disse você já pediu perdão para Deus por sua decisão não se sinta culpada por isto,
    tenho certeza que Ele já te perdoou pois você sente em seu coração que vai ser mãe outra vez e que vai correr tudo bem, não tenha medo de tentar novamente, acredite que Deus lhe enviará outro anjinho perfeito. Mas mesmo que não vier perfeito o aceite do modo que vier grandes gênios que passaram pelos séculos eram pessoas deficientes, Albert Einstein gênio da música sofria de autismo, Van Gogh era um dos maiores pintores que já existiram e tinha problemas psiquiátricos, Beethoven era um pianista surdo, Stephen Hawking, é um famoso físico teórico britânico com mais de 40 anos de carreira tem seu corpo comprometido por uma doença neurológica chamada Esclerose Amiotrófica, seu corpo é todo comprometido, mas a sua capacidade intelectual esta intacta no ano passado, ele ganhou a Medalha Presidencial da Liberdade, uma das maiores honrarias nos EUA.
    Escreva sempre que desejar.
    Cecylia

    ResponderExcluir
  39. Ana,
    Oi, boa noite. Eu também perdi meu anjinho João Henrique eu estava com 32 duas semanas exatamente no dia 17 de junho de 2010 fui fazer uma ultrassom 4d. Quando eu olhei para a televisão não vir movimentos do meu bebe, mas achei que a máquina não estava ligada e o tempo foi passado e a médica mexendo o equipamento e nada foi ai que perguntei a ela o que estava acontecendo e veio à pior noticia da minha vida o meu bebe não esta mexendo. O chão saiu dos meus pés comecei a ficar descontrolada ainda bem que meu esposo estava comigo e pode mim ajudar. Como isso pode acontecer não sentir nada ele se mexia normalmente ouvir o coração do meu bebe dias antes e estava tudo normal. Liguei para a minha medica achei no iniciou estranho porque não sentir nada estava sim muito ansiosa para ver o rosto do meu João Henrique. Voltei ao trabalho no dia 02 de agosto para ver se esta dor, vazio e angustia que está em meu coração seja tirada, mas nada choro muito no meu canto sozinha e peço muito a DEUS meu anjinho de volta mais tenho que ser forte, pois tenho meu outro filho de 08 anos e meu esposo que precisam muito de mim. Peço a DEUS força e coragem, pois às vezes mim sinto fraca e esta dor que não sair do meu coração. O pior de tudo isso foi entra em um hospital fazer uma cesariana (ele estava com o cordão enrolado no pescoço),ficar dois dias internada ficar em uma sala de recuperação olhando para outras mães alegres pelo o nascimento de seus filhos e a noite toda ouvindo choros de bebes e sair do hospital sem meu linho anjinho JOÃO HENRIQUE.

    ResponderExcluir
  40. Olá perdi meu bebê no dia 29/07/2010,estava grávida de quatro meses,estavamos muito felizes era muito desejado esse bebezinho,já tinha comprado até o jogo de quarto,poís minha grávidez estava indo muito bem,quando fui fazer uma ultrassom e descubro que meu bebê naum tinha batimentos cardíacos,nossa entrei em choque meu marido estava comigo e minha filha de nove anos,foi eles que me consolaram,mais sei como foi dificil para eles tb,fiquei internada cinco dias para os médicos me induzirem a um aborto,como isso foi doloroso e escutar cada chorinho de bebê nascendo,e saber que o meu não iría chorar,mais a minha Fè no Senhor não foi abalada,acho que se eu não tivesse Deus na minha vida e o apoio do meu marido e familiares,cairia numa grande depressaõ,poís naum é facíl doí muito ainda,mais sei que vou superar td isso,e no ano que vem vou tentar ter outro bebê,se Deus quizer...Um grande abraço a todas mamães,e ficão com Deus!!!

    ResponderExcluir
  41. Olá pessoal seguidores deste blog, meu nome é Silvania e neste ano de 2010 no dia 14 de maio perdir meu lindo filhinho no dia em que ele completava o seu primeiro aninho. Eu já estava com tudo pronto para sua festinha que comecei a organizar a mais ou menos um mês de antecedencia, mas quando chegou naquela ultima semana meu menininho adoeçeu teve uma infecção muito forte que evoluiu muito rápido não tendo controle nem remedio que revertesse meu filho foi medicado na terça feira, internado no hospital na quarta e na sexta feira ele morreu. Foi uma dor sem tamanho durante todos esses dias, não imaginava que meu filho ia morrer tão rapido sem me dar nenhuma chance de reverter o casa meu filho morreu lindo, gordinho e sem alteraçao externa em seu corpo nem parecia que tido uma doença tão grave e tão mortal. Ainda estou sofrendo muito com sua perda, sinto muita sua falta, sinto a falta dos seus abraços de seus sorrisos enfim de toda sua presença em minha vida. Mas sei que apesar da dor que eu sinto, me alegro porque tenho certeza que ele está com Deus e que ele recebeu o seu chamado e sua festa de aniversário foi muito melhor e muito mais bonita la no ceu junto com todos os outros anjinhos que la estão. Assim compartilho com todos as maes e pais que um dia perderam seus filhos amados, pois sei que não é fácil passar por isso. Mas Deus nos ampara e nos fortalece.

    ResponderExcluir
  42. Oi Silvana, sinto muito por seu bebezinho.
    Olha amiga, nem sei qual seria a minha reação de passar pelo que você esta passando, se sofri tanto ao perder um bebe que nem pude criar, que dor não sente na alma uma mãe que perde um bebezinho que já iria completar 1 aninho.
    Mas por seu comentário Deus tem te fortalecido e te agradeço por suas palavras, vindas em um momento tão triste em sua vida. Deus a de te consolar e no tempo Dele te enviará outro presente do céu. Sei que nada neste mundo substituirá seu filhinho, pois ele será eternamente vivo em suas lembranças. Não sabemos o motivo de Deus ter chamado nossos pequenos tão cedo, mas como costumo dizer sempre que Deus sabe o que faz e quem somos nós para questionarmos as suas atitudes. Um dia saberemos o porquê de tudo isto, e nos reencontraremos com nossos anjinhos no céu. Mas por enquanto temos que aceitar a sua vontade para as nossas vidas.
    Escreva sempre que desejar.
    Cecylia

    ResponderExcluir
  43. Perdi meu bebê há exatamente 20 dias,estava com 32 semanas de gestação estou me recuperando bem da cesáriana a que fui submetida, mas meu coração esta destruído, não consigo olhar pra minha barriga, já xinguei até Deus. Estou vazia e cheia de mágoas. Perdi meu melhor amigo, aquele que considerava ser um presente do Criador. Estou me sentindo sózinha... Não sei o que fazer pra diminuir minha dor, SOCORRO!!! NÃO AGUENTO MAS CHORAR. O pior e ter que aguentar todos falando que logo engravido e esqueço, mas jamais esquecerei aquele que por tão pouco tempo foi meu maior companheiro.

    ResponderExcluir
  44. Oi Carla sinto muito por seu bebezinho.
    Este sentimento que você teve amiga, eu também senti quando perdi o meu bebe com 34 semanas, entendo como você se sente, pois estava faltando tão pouco tempo para ter nossos bebes com a gente que é realmente muito difícil de superar. Lembro que assim que perdi o meu anjo eu entrava no banho e olhava a minha barriga vazia pelo espelho, o meu peito latejava pedindo o meu filho e minhas lágrimas se misturavam a água que caia do chuveiro. Chorava em silêncio pra ninguém notar, era um grito em silêncio que me sufocava. Sentia-me a pessoa mais injustiçada deste mundo, mas com o passar do tempo a gente passa a aceitar as coisas que não podemos mudar e passamos a entender que Deus não quer o nosso mal e muito menos de nossos bebes, Deus conhece o nosso presente, nosso passado e nosso futuro Ele sempre sabe o que é melhor pra gente mesmo que a gente não O entenda.
    Sei que você gostaria que seu bebe, estivesse com você que tudo isto não passasse de um pesadelo eu também gostaria que não fosse verdade, queria muito que meu filho estivesse aqui comigo, mas o que me conforta é saber que ele era um anjo e que o lugar dos anjos é no céu. Procure colocar no seu coração amiga, que Deus fez o melhor por você e por seu bebe, tenho certeza absoluta que um dia você saberá por que seu bebe partiu tão cedo. Amiga às pessoas não falam por mal, é que elas não sabem o que dizer, simplesmente estão tentando te consolar, pois elas amam você.
    Esquecer de nossos filhos a gente não vai esquecer nunca, mas a vida continua, temos que continuar sonhando, fazendo planos. Muitas mamães de anjos perderam seus bebes na primeira gestação, mas não desanimaram e hoje já estão com seus bebezinhos no colo.
    Procure se apegar ainda mais com Deus, busque forças Nele para superar essa dor. Lembre-se que o fôlego de vida somente Ele pode dar, um dia uma mãe de anjo estava revoltada assim como você e ela pediu uma prova para Deus, para saber se Ele realmente a amava sabe como Deus respondeu para ela, dando lhes dois bebes de uma vez só, ela esta grávida de gêmeos.
    Que Deus posso te consolar assim como Ele tem me consolado a cada dia.
    Escreva sempre que desejar
    Cecylia

    ResponderExcluir
  45. Obrigada Cecylia, é muito reconfortante ler as palavras de alguém que realmente sabe a dor queestou sentindo. O Luiz Eduardo foi muito desejado tanto por mim quanto pelo pai, ele é meu primeiro filho e o terceiro do meu marido. Até no meu emprego todos acompanharam anciosamante cada evolução do meu anjino, ele ganhou vários presentes.
    Estaa tudo indo tao bem, tosos os exames me diziam isso, a cada nova ultra, acada exame de sanguem, até uma dor no baixo ventre que mudou tudo, primero foi diagnosticado infecção urinária, e o examen seguente que deveria me revelar que havia me curado da droga da infecção também me revelou a maldita da tóxoplasmose começei o tratamento no mesmo dia, e uma semana de tratamento começo a ter contrações e febre assim que foi ao hospital descubro que meu anjinho, meu amigão, meu filhotinho já não estava mas comigo.
    fiquei atônica, incrivelmente tranquila passei por todo procedimento preparação pra cirurgia, as ligações pra contar a familia que imaginava que eu apenas entrara em trabalho de parto prematuro...
    Pedi pra vê-lo assim que o retiraram de mim o vi lindo, tinha meu nariz o todo o resto do pai, pesava 2,9Kg enorme assim como eu imaginava que seria! fiquei esperando que ele fosse surpriender a todos e chorar pra mostrar a todos que ele estava vivo sim e que tudo não passava de um engano, mas isso não aconteceu.
    Muitas visitas todso perplexos e sem saber o que falar e eu ali juntos a meu marido com um vazio enorme.
    Ainda não voltei pra minha casa, e nem sei como será quando tiver que voltar,o quarto as roupas a casa, afinal tudo foi planejado pensando no meu Dudu. Mas agora conhecendo as histórias de vocês mães de anjos fico menos só no mundo.

    ResponderExcluir
  46. Acabei de perder um casal de gemeos e isso me abalou e tbm meu noivo, pois estava tudo sendo planejado com carinho, muito amor... e derrepente algo tão inesperado.
    Neste momento só pesso a Deus que nos ilumine e nos ajude a superar e perda destas joias valiosas que iriamos com muito amor lapidar a maneira de Deus.

    Camila e Reginaldo

    ResponderExcluir
  47. Oi Kamilla, sinto muito pelos gêmeos.
    Sei o quanto você está sofrendo amiga, pois é um sonho interrompido em nossas vidas. Mas temos que confiar nos desígnios de Deus, na sabedoria de Deus. No momento é difícil entender porque nossos anjinhos partiram tão cedo, mas tenho certeza que Deus tem um motivo muito forte para levá-los. Só consegui encontrar paz quando coloquei no meu coração que Deus fez o melhor por mim e por meu bebe, tenho certeza que nossos anjos estão bem, estão na presença de Deus e um dia nos reencontraremos com nossos filhos e saberemos o verdadeiro motivo de sua partida. Mas por enquanto amiga, busque a presença de Deus, entregue-se pra Ele e deixe que Ele enxugue suas lágrimas. O mesmo Deus que leva, também manda outro, é claro que nunca substituirá nossos anjos, mas encherá seu coração de alegria novamente.
    Como você mesmo disse amiga, só Deus pode nos confortar neste momento tão triste em nossas vidas.
    Escreva sempre que desejar.
    Cecylia

    ResponderExcluir
  48. nesta proxima quarta, faz um mes que perdi os meus trigemeos, parece que foi ontem que tudo aconteceu, essa dor vai e vem, como uma vela que o vento tende a apagar, mas ela reacende novamente.
    meus amores eternos....

    ResponderExcluir
  49. Hoje fiquei sabendo pelo meu medico que perdi o meu bebe, estou chorando muito, estava para completar 3 meses de gestaçao. Eu sonho muito em ser mae, pois nao tenho nenhum filho. DEus sabe o qto desejo ser mae e espero ainda poder conseguir no proximo ano, se Deus quiser!

    ResponderExcluir
  50. Oi Luciana sinto muito por seu bebezinho.
    Entendo você amiga, o quanto você está sofrendo por ter perdido o seu bebe. Mas confie em Deus, Ele sabe o que faz e no momento certo Ele te manda outro presentinho do céu.
    Escreva sempre que desejar.
    Cecylia

    ResponderExcluir
  51. Obrigada Cecylia, escrevo sim, e atodas esssas maes, meu imenso carinho e que Deus abençoe a todas nós

    ResponderExcluir
  52. Oi cecylia
    gostaria de pedir para publicar no seu blog alguma matéria Sobre IIC ( incompetência istmo cervical ) ou sobre mamães q já perderam seus bebes por causa do IIC. Quase ninguém fala sobre isso. Tive duas gestações e perdi as duas , pois somente na segunda descobriram q tenho IIC, meu bebe estava perfeito porém tenho o colo do útero curto, se dilata com facilidade e com o IIC não seguro a gestação. Quando engravidar minha GO disse q tenho q fazer uma cerclagem, custurar meu útero para segurar meu bebe. Sofri muito com as perdas, a ultima faz 5 meses e ainda choro. To muito emocionada com os depoimentos q li aki, todos muito tristes. Esse mês esta sendo mais difícil para mim, pois dia 18 estava marcado para fazer meu parto, mas isso não vai acontecer, acho q e por isso q estou um pouco abalada. A meu bebe ANJO MIGUEL q sempre amarei. Forca a todas q DEUS nos ilumine. Beijos

    ResponderExcluir
  53. Oi Nayara sinto muito por seus bebes. O assunto é interessante sim amiga, muitas mães de anjos já relataram este problema aqui. Vou ver se entro em contato com algum profissional de medicina para nos falar um pouco sobre isto. Obrigada pela sugestão.
    Espero que Deus possa confortar seu coração e que em breve você realize o sonho da maternidade.
    Escreva sempre que desejar.
    Cecylia

    ResponderExcluir
  54. Ola Cecylia,tenho 17 anos e perdi o meu filho a mais ou menos um mes atras, com tdo apoio de amigos e familiares estava até melhorando um pouco, eu chorava mto no inicio, alias eu apenas chorava, pq quando engravidei eu não tinha o apoio do pai do meu filho, ele me abandonou, mais mesmo assim eu pensava no meu bebe, e estava feliz por mais que eu me sentisse sozinha, eu estava feliz pelo bebe, ele ja fazia parte de mim, ai na 1O semana, eu perdi, e o pior é que eu não detectei na hora que eu havia perdido e acabei puxando a descarga, e hoje me sinto tão inul, por ter deixado meu filhinho parar na foça de um hospital,eu vendo fotos de quando eu estava gravida, sapatinhos, isso me machuca muito ainda, e não passa! E o pior é que tem uma amiga minha que esta gravida de 9 semanas e todos falam dela, "ai ela ta gravida" "ai como que vai por o nome?", eu não aguento isso! quando eu olho a barriga dela eu tenho vontade de chorar, na vdd eu naum sei se é inveja, mais eu não consigo olhar para ela, ela trabalha cmigo, sei que esta precisando do meu apoio, pq ela tbem quase perdeu o filho, mais eu naum consigo apoia-la nem olhar para ela, eu não sei o que fazer, mais eu me sinto mal, e voltei a chorar tanto quanto no inicio...

    ResponderExcluir
  55. Oi Taisa sinto muito por seu bebezinho.
    Entendo como você se sente amiga, mas Deus é sábio em tudo o que faz e se Ele levou seu bebe tenha certeza absoluta de que era preciso. Procure colocar no seu coração que Ele fez o melhor por você e por ele, não entendemos o propósito de Deus e nem o porquê de Ele ter levado nossos bebes, mas Ele sabe o motivo. Imagine amiga se você estivesse com 7 meses e meio como eu estava o quanto não seria pior, ter que fazer uma cesárea e sair sem o seu bebe nos braços.
    Este sentimento que você está sentindo amiga não é inveja, e sim uma frustração por ter perdido o seu bebe. Eu também já me senti assim, mas tomei consciência de que as grávidas não têm culpa por termos perdido nossos bebes. Com o tempo você se sentirá melhor, tente fazer por sua amiga o que você gostaria que fizessem por você e ore muito para que ela não passe pela mesma dor que você, pois você sabe o quanto é triste.
    Escreva sempre que desejar.
    Cecylia

    ResponderExcluir
  56. olá cecylia obrigado pelas palavras de carinho,desde que descobri o seu blog não paro mais de ler.Pois só quem passa por isso sabe que a dor é enorme.Tive uma princesinha embora a passagem dela pela terra foi breve ela deixou muitas saudades.O meu anjo se chama Isabela ela ficou comigo seis meses e meio,foram os dias mais felizes da minha vida.Filha amada mamãe te ama um dia vamos nos encontrar novamente e continuaremos da onde paramos.......

    ResponderExcluir
  57. Boa tarde a todas vcs que estão compartilhando esse momento dificil uma com as outras e tentando de certa forma buscar conforto atraves de palavras.
    Bom como começar?? A 2 meses passei pela mesma situação que muitas de vcs, estava gravida de gêmeas univitelinas e no 6º mês de gestação, quando ao fazer a ultrasson morfologica descobrimos um diagnostico de diastole zero no cordão umbilical e tranfusão de feto-fetal, ou seja, uma estava desenvolvendo + que a outra,no momento da ultrasson os medico me deu esperanças de segurar a gravidez por + 4 semanas e assim tentarmos salvar pelo menos uma, mais isso não aconteceu ao se passar 3 dias entrei em trabalho de parto e acabei tento de forma natural as duas onde a maior nasceu viva e viveu 20 minutos e a menor nasceu morta, pensei que fosse morrer junto com as minhas filhas, ate hoje não consegui aceitar o que aconteceu, pois diante de tantos planos, enxoval comprado Deus as tirou de mim, sei que Deus fez o melhor para mim e para elas, e que nen uma folha cai da arvore sem a sua permisão, mais acho que todas vc endende o que estou dizendo... A do da perda é muito grande tenho varios momentos de depresão, Graças a minha família em especial meu esposo e minha mãe estou tendo forças para erguer minha cabeça e continuar a minha caminhada, ah!! Era a minha primeira tentativa de ter filhos, e estou morrendo de medo de tentar novamente, as minhas filhas foram resgistradas como Ana Julia e Ana Laura...
    Observação: Taisa, no seu comentario de que tem uma amiga gravida e todos comentam, sei bem o que esta sentindo, pois estou na mesma situação.
    Bom meninas é isso, vou orar por cada uma de vcs e por mim mesma, pedindo a Deus no que nos abençõe sempre e nos fortaleça a cada dia e para que conforte os nossos corações, feliz da mãe que tem um anjo no ceu.

    ResponderExcluir
  58. Gente, Minha esposa está grávida e comecei a pesquisar um pouco sobre gestação. Afinal, fiquei "grávido" também ! Ao me deparar com esse blog, parabenizo a Cecília e Equipe pelo belíssimo trabalho de conforto às mamães e papais. Coisa rara hoje em dia... Vale mais que anos de análise. Bjs e fiquem com Deus. Prof. Marcos Souza - RJ.

    ResponderExcluir
  59. Cecylia,

    Parabéns pelo seu blog,esta ajudando muito na minha recuperação, pois lendo os depoimentos sei que não aconteceu so comigo e assim parei de questionar a Deus, o pq de acontecer comigo.Que Deus te abençoe sempre...
    Bjosss

    ResponderExcluir
  60. Nossa Taisa, sei o que vc esta sentindo, perdi o meu bebe com 10 semanas de gestaçao, foi horrivel, pois nao tenho filhos e sonho em ser mae. E para piorar tenho miomas e tenho que fazer um acirurgia para poder engravidar novamente. Tambem estou sofrendo muito, faz uns 15 dias isso. TAmbem tenho uma pessoa que trabalha comigo e que descobriu essa semana que estava gravida, nossafiquei arrasada, perguntando pra Deus prq estava fazendo isso comigo. Mas tenho fé que isso tudo vai paasar e ficarei gravida novamente. Pense que Deus esta do seu lado e vai te dar muita felicidade ainda e vc vai ficar gravida um dia novamente e ser muito feliz, confie nele. Fique com Deus ta!

    ResponderExcluir
  61. oi Cecilia td bem??me chamo Luciana gostaria de saber como faço para deixar a minha homenagem para meu pequeno Davi espero sua resposta luciana.souzaedavi@gmail.com bjus....

    ResponderExcluir
  62. Oi Luciana sinto muito pelo Davi.
    É muito simples amiga, basta você escrever sua homenagem e me enviar juntamente com seu texto uma foto que lembre o seu bebe, pode ser de quando você estava grávida para o e-mail: perdimeubebe@gmail.com ou perdimeubebe@hotmail.com
    assim que eu receber coloco no blog.
    Que Deus possa te consolar a cada dia.
    Escreva sempre que desejar.
    Cecylia

    ResponderExcluir
  63. Bom dia Cecylia, vim aqui contar um pouco da minha história, como todas vcs eu tbm perdi meu bebe, e hj estou mu pouco triste esta completando 3 meses que meu anjinho se juntou aos outros anjinhos ao lado do Senhor....perdi meu filho com 34 semanas.
    Tenho tido momentos muitos difíceis, mas com muita Fé tenho conseguido levar minha vida o mais normal possível. Como li alguns depoimentos aqui somos mães muito especiais mesmo pq só assim podemos confortar o coração de outras mães que possam um dia passar pelo mesmo que passamos. Um dia muito triste e um pouco revoltada ressolvi procurar alguma coisa que pudesse me consolar e encontrei seu blog, era o que eu procurava , histórias como a minha!!
    Parabéns pela iniciativa e um grande beijo pra vc!!! Forças pra todas nós!!!!

    ResponderExcluir
  64. meu nome e neiry tenho 20 anos e eu to sofrendo muito com a perda do meu bb, estava faltando a penas 2 semanas para mim ter mas residiram tirar ele de mim, ate hoje essa dor e insuportável não sei mas o que eu faço para esquecer eu sei que não vou conseguir e q so o tempo vai superar a dor que eu sinto eu li todos os casos e não tem nenhum parecido com o meu, o meu bb passou 5 dias moto dentro de mim porque os medicos não podia fazer uma cesariana por que eu corria risco de vida tive que ter normal mas a dor de colocar um filho morto não e maior do que não escutar seu bb chorar, não e maior de não poder pegar seu filho no colo, não e maior do que olhar as coisas do filho que nem chegou a usar, a dor que eu to sentindo eu não consigo explicar mas eu sei que um dia vai passar.

    ResponderExcluir
  65. Oi Nery sinto muito por seu bebe.
    É como você disse amiga, esquecer, você não vai esquecer nunca
    acho impossível, pois nossos anjos marcaram demais nossa vida.
    Entendo a sua dor, pois perdi o meu bebe também com 7 meses e meio de morte intra-uterina, não sei ao certo quanto tempo ele ficou sem vida dentro de mim, mas eu acredito que seja uns 3 dias. No meu caso tive que fazer cesárea, entrar em um centro cirúrgico sabendo que não sairia dali com o meu bebe no colo, mas eu entendo você quando é parto normal você não é anestesiada, vive um turbilhão de sentimentos todos ao mesmo tempo.
    Eles me doparam de tal forma que só acordei da anestesia depois que tinha acabado tudo.
    Mas voltar pra casa e ver tudo que preparamos com tanto carinho para receber nossos bebes dói muito.
    Sabe amiga só encontrei paz depois que coloquei no meu coração que Deus fez o melhor por mim e pelo meu filho, acredito que Deus levou nossos anjos porque era necessário e um dia saberemos o real motivo quando estivermos frente a frente com o criador.
    Que Deus possa te consolar assim como Ele tem me consolado.
    Cecylia

    ResponderExcluir
  66. Meu nome é Poliana, perdi meu bebe tem uma semana. Dói muito ainda, sofri uma aborto espontaneo aos 3 meses e meio de gestação e tá difícil superar; vi ele formadinho, era um menino. Passei por uma curetagem, e depois de 3 dias meu seios começaram a produzir leite....não vejo a hora de passar essa fase difícil. Vou tentar engravidar de novo daqui a dois meses, mas tô cheia de insegurança. Peço força a Deus, porque meu coração tá sangrando muito, minha alma está triste e apagada.

    ResponderExcluir
  67. Olá!!!
    Eu li um comentário muito interessante de que Deus vai nos dar dias melhores e q o nosso sofrimento será recompensado em triplo . Que todos os nossos dias de sofrimento se reverterão em dias infinitos de alegria.... Gostaria muito q isso acontecesse... Já estou nesta tristeza sem fim a 2 anos e sem perspectiva de melhora... Mas até o último momento vou acreditar que algo de muito bom vai acontecer e q Deus vai olhar por nós. De uma maneira ou de outra teremos os nossos filhos em nosso colo...
    Espero q este ano de 2011 reserve boas surpresas pra gente!!!!
    Ano passado montei minha árvore de Natal acreditando q no final do ano de 2010 estaria muito feliz e realizada mas não foi o que aconteceu... enfim montei minha árvore de Natal sem grandes expectativas para 2011... Fico no aguardo da providência divina.... e esperando sempre (todo mês), enfim acredito em Deus e sei que isso tudo q minha família está passando faz parte do nosso aprendizado e resgate...
    Obrigada mais uma vez pelo espaço!!! Deus abençoe a todos nós!!!!!!

    ResponderExcluir
  68. olá...passei essa faze de perda de meu bebê de 2 meses e meio.Confeço que ñ foi nada facil superar essa dor, chorava muito todos os dias,lamentando td que passei ...meu filho amado agora com Deus...Mas ate que engravidei de novo ai veio o medo e insegurança toda a gravides,senti muito medo mas graças a Deus correu td bem,sei que um filho ñ subistitui outro mas sempre estara no meu coração...
    mas foi muito bom esse meu outro filho que prencheu minha vida com muito amor .

    ResponderExcluir
  69. Oi Cecylia,

    Meu nome é Cris é muito nom o espaço que você criou para as mães de anjos.

    Segue um resumo da minha historia como todas as pessoas que escrevem o meu sonho também é de ser mãe.

    Sempre gostei e gosto muito de crianças.

    Em 2007 fui ao ginecologista e fiz todos os exames onde a minha média na época mencionou que estava tudo em ordem, passado alguns meses veio a boa noticia estava grávida.
    Porém este sonho durou apenas 10 semanas no dia 26/10/07 sofri um aborto espontâneo.
    Eu e o meu marido ficamos arrasados.
    Em 2008 procurei outra média fiz todos os exames e novamente engravide nossa fique feliz, porém novamente sofri um aborto espontâneo com 10 semanas nesta situação fui internada e foi feito uma curetagem.

    No ano de 2009 tive uma infecção de urina muito seria tive até que fazer tratamento.
    Como ainda queria ser mãe procurei orientação de um geneticista onde o mesmo junto com a minha ginecologista fizeram vários exames e graças a Deus estava tudo em ordem.

    No inicio de 2010 Deus me abençoou novamente estava grávida tive uma gravidez maravilhosa.
    Eu e a minha pequena Larissa estávamos muito bem.
    Quando completei 35 semanas de gestação comecei a ficar muito inchada mais a minha médica mencionava que estava tudo bem não tinha pressão alta.
    Porém no dia 22/10/10 a noite comecei a ter uma dor muito forte,o meu marido ficou desesperado ligamos para a médica onde a mesma pediu para que ele me levasse urgente para o hospital e assim foi feito.

    Quando cheguei ao hospital o coração da minha pequena Larissa estava muito fraco a média mandou fazer um utrasom urgente o médico que fez o exame percebeu que havia um deslocamento de placenta, foi feito uma cesariana de urgência onde eu sofri uma pré -eclampsia e a minha filha querida nasceu morta.

    Peguei minha filha no colo achei que o coração dela voltaria a bater mais isso não aconteceu beijei a minha pequena e falei vai com Deus.
    Fiquei na UTI por quatro dias em estado grave pois os meus dois rins não estava mais funcionando, havia água no meu pulmão ,e cada vez que a enfermeira ia tirar o sangue sai água do meu corpo pois estava muito inchada.
    Mais graça a Deus e aos pedidos de oração da minha família e amigos eu melhorei bastante.
    O meu marido e uma pessoa maravilhosa ficou o tempo todo junto comigo segurou um barra muito grande, pois o mesmo teve que fazer o sepultamento da nossa maior riqueza a Larissa.

    Falei para o meu marido que Deus precisava de um anjo no céu e foi por este motivo que levou a nossa riqueza.
    A Larissa foi muito amada já tinha o seu quarto pronto onde ainda não consigo entrar sem chorar.
    Dia 23/10/10 foi o dia mais triste e difícil da minha vida e a do meu marido.
    Larissa meu anjinho eu e o papai sentimos muito a sua falta e nunca vamos esquecer você.

    Tenho 35 anos e quero muito engravidar novamente mais vai acontecer no tempo de Deus.
    Peço a Deus que sempre esteja junto comigo e o meu marido nos dando bastante força para enfrentar este momento em nossas vidas.

    Obrigada pelo desabafo.
    Cris

    ResponderExcluir
  70. Oi Cecylia,

    Meu nome é Cris é muito nom o espaço que você criou para as mães de anjos.

    Segue um resumo da minha historia como todas as pessoas que escrevem o meu sonho também é de ser mãe.

    Sempre gostei e gosto muito de crianças.

    Em 2007 fui ao ginecologista e fiz todos os exames onde a minha média na época mencionou que estava tudo em ordem, passado alguns meses veio a boa noticia estava grávida.
    Porém este sonho durou apenas 10 semanas no dia 26/10/07 sofri um aborto espontâneo.
    Eu e o meu marido ficamos arrasados.
    Em 2008 procurei outra média fiz todos os exames e novamente engravide nossa fique feliz, porém novamente sofri um aborto espontâneo com 10 semanas nesta situação fui internada e foi feito uma curetagem.

    No ano de 2009 tive uma infecção de urina muito seria tive até que fazer tratamento.
    Como ainda queria ser mãe procurei orientação de um geneticista onde o mesmo junto com a minha ginecologista fizeram vários exames e graças a Deus estava tudo em ordem.

    No inicio de 2010 Deus me abençoou novamente estava grávida tive uma gravidez maravilhosa.
    Eu e a minha pequena Larissa estávamos muito bem.
    Quando completei 35 semanas de gestação comecei a ficar muito inchada mais a minha médica mencionava que estava tudo bem não tinha pressão alta.
    Porém no dia 22/10/10 a noite comecei a ter uma dor muito forte,o meu marido ficou desesperado ligamos para a médica onde a mesma pediu para que ele me levasse urgente para o hospital e assim foi feito.

    Quando cheguei ao hospital o coração da minha pequena Larissa estava muito fraco a média mandou fazer um utrasom urgente o médico que fez o exame percebeu que havia um deslocamento de placenta, foi feito uma cesariana de urgência onde eu sofri uma pré -eclampsia e a minha filha querida nasceu morta.

    Peguei minha filha no colo achei que o coração dela voltaria a bater mais isso não aconteceu beijei a minha pequena e falei vai com Deus.
    Fiquei na UTI por quatro dias em estado grave pois os meus dois rins não estava mais funcionando, havia água no meu pulmão ,e cada vez que a enfermeira ia tirar o sangue sai água do meu corpo pois estava muito inchada.
    Mais graça a Deus e aos pedidos de oração da minha família e amigos e do meu marido que eu amo demais, eu melhorei bastante.
    O meu marido e uma pessoa maravilhosa ficou o tempo todo junto comigo segurou um barra muito grande, pois o mesmo teve que fazer o sepultamento da nossa maior riqueza a Larissa.

    Falei para o meu marido que Deus precisava de um anjo no céu e foi por este motivo que levou a nossa riqueza.
    A Larissa foi muito amada já tinha o seu quarto pronto onde ainda não consigo entrar sem chorar.
    Dia 23/10/10 foi o dia mais triste e difícil da minha vida e a do meu marido.
    Larissa meu anjinho eu e o papai sentimos muito a sua falta e nunca vamos esquecer você.

    Tenho 35 anos e quero muito engravidar novamente mais vai acontecer no tempo de Deus.
    Peço a Deus que sempre esteja junto comigo e o meu marido nos dando bastante força para enfrentar este momento em nossas vidas.

    Obrigada pelo desabafo.
    Cris

    ResponderExcluir
  71. Oi Cecylia,

    Meu nome é Cris é muito nom o espaço que você criou para as mães de anjos.

    Segue um resumo da minha historia como todas as pessoas que escrevem o meu sonho também é de ser mãe.

    Sempre gostei e gosto muito de crianças.

    Em 2007 fui ao ginecologista e fiz todos os exames onde a minha média na época mencionou que estava tudo em ordem, passado alguns meses veio a boa noticia estava grávida.
    Porém este sonho durou apenas 10 semanas no dia 26/10/07 sofri um aborto espontâneo.
    Eu e o meu marido ficamos arrasados.
    Em 2008 procurei outra média fiz todos os exames e novamente engravide nossa fique feliz, porém novamente sofri um aborto espontâneo com 10 semanas nesta situação fui internada e foi feito uma curetagem.

    No ano de 2009 tive uma infecção de urina muito seria tive até que fazer tratamento.
    Como ainda queria ser mãe procurei orientação de um geneticista onde o mesmo junto com a minha ginecologista fizeram vários exames e graças a Deus estava tudo em ordem.

    No inicio de 2010 Deus me abençoou novamente estava grávida tive uma gravidez maravilhosa.
    Eu e a minha pequena Larissa estávamos muito bem.
    Quando completei 35 semanas de gestação comecei a ficar muito inchada mais a minha médica mencionava que estava tudo bem não tinha pressão alta.
    Porém no dia 22/10/10 a noite comecei a ter uma dor muito forte,o meu marido ficou desesperado ligamos para a médica onde a mesma pediu para que ele me levasse urgente para o hospital e assim foi feito.

    Quando cheguei ao hospital o coração da minha pequena Larissa estava muito fraco a média mandou fazer um utrasom urgente o médico que fez o exame percebeu que havia um deslocamento de placenta, foi feito uma cesariana de urgência onde eu sofri uma pré-eclampsia e a minha filha querida nasceu morta.

    Peguei minha filha no colo achei que o coração dela voltaria a bater mais isso não aconteceu beijei a minha pequena e falei vai com Deus.
    Fiquei na UTI por quatro dias em estado grave, pois os meus dois rins não estava mais funcionando, havia água no meu pulmão, e cada vez que a enfermeira ia tirar o sangue sai água do meu corpo pois estava muito inchada.
    Mais graça a Deus e aos pedidos de oração da minha família, amigos e principalmente do meu marido que é uma pessoa que eu amo muito comecei a melhorar bastante.
    O meu marido e uma pessoa maravilhosa ficou o tempo todo junto comigo segurou um barra muito grande, pois o mesmo teve que fazer o sepultamento da nossa maior riqueza a Larissa.

    Falei para o meu marido que Deus precisava de um anjo no céu e foi por este motivo que levou a nossa riqueza.
    A Larissa foi muito amada já tinha o seu quarto pronto onde ainda não consigo entrar sem chorar.
    Dia 23/10/10 foi o dia mais triste e difícil da minha vida e a do meu marido.
    Larissa meu anjinho eu e o papai sentimos muito a sua falta e nunca vamos esquecer você.

    Tenho 35 anos e quero muito engravidar novamente mais vai acontecer no tempo de Deus.
    Peço a Deus que sempre esteja junto comigo e o meu marido nos dando bastante força para enfrentar este momento em nossas vidas.

    Obrigada pelo desabafo.
    Cris

    ResponderExcluir
  72. Nossa, pareçe que quanto mais os dias passam , mais a dor aperta meu coração e as lagrimas esccorem pelos olhos.Dia 29 fez 1 mes que JORDANA nos deixou.Tem horas que acho que vou acordar de um sonh e o que aconteceu foi um pesadelo, mais ai acordo e vejo que e realidade e não aquento de tanta tristeza....Se eu ainda estivesse gravida ela estava quase nos dias de nascer, seria o meu melhor presente de natal da minha vida, pois estava programado pra depois do dia 20 de dezembro.Estou tentando me recuperar mais a dor e mais forte, foram 27 dias de uma alegria que não tenho nem palavras para explicar.

    ResponderExcluir
  73. Não estou sabendo muito bem lidar com essa situação. Nunca tinha passado pela perda de uma pessoa querida. Tive uma gravidez saudável e perfeitamente normal. Minha filhinha nasceu aparentemente saudável dia 16/11/2010, com 3,3 quilos e três dias depois estávamos em casa, felizes com a nossa pequenina. Ela tinha um refluxo forte e estava perdendo peso e o pediatra receitou um remédio, quando ela tinha 17 dias de vida. No dia seguinte, não sei se por causa do remédio, ela já acordou estranha e ao longo do dia passou a ter uma falta de ar e febre, corremos com ela para o hospital e para a nossa surpresa, ela já chegou quase morrendo, ficou ainda doze horas lutando pela vida, mas infelizmente acabou falecendo. Não parecia real! Definitivamente, não! Foi tudo tão rápido, mas ao mesmo tempo parece que aconteceu em câmera lenta, não sei explicar direito. Foi a dor mais sufocante que senti e que tenho sentido desde então. Minha pequena Helena era tudo para mim, tão amada, tão desejada, não consigo me conformar. Ela morreu dia 04/12/2010, a exatos 21 dias. Nós nem sabemos o que aconteceu, o que ela teve, os médicos nem tiveram tempo para diagnosticar. Não sei mais o que pensar dessa acontecimento, me sinto arrazada. Embora confie em Deus e tenha buscado conforto nEle, tem dias que não consigo suportar a dor. Meu marido tem me apoiado muito, sinto que até demais, não tenho conseguido extravassar a minha dor, ele sempre está por perto, tentando me ocupar, me fazer não pensar na nenén, e isso tem me feito mais mal do que bem, eu acredito. Me sinto sufocada. Ñão quero procurar ajuda médica, não tenho vontade de falar com ninguém, se meu marido não estivesse em casa, o telefone provavelmente não seria atendido. Nunca pensei que isso pudesse acontecer comigo, especialmente porque tudo transcorreu tão normalmente.

    ResponderExcluir
  74. Oi Naty sinto muito por sua filhinha a Helena.
    Entendo como se sente amiga, essa dor nos consome nos sentimos perdidas,
    desorientadas parece que estamos vivendo um pesadelo, no qual queríamos acordar,
    mas a realidade é fato, e temos que nos encher de força para tentar aceitar, porque superar mesmo é impossível.
    Nunca nos esqueceremos de nossos anjos, mas por eles temos que continuar vivendo, sonhando e crendo que Deus está preparando algo de muito bom pra gente lá na frente. Procure colocar no seu coração amiga que Deus fez o melhor por você e por sua Helena, não sabemos o motivo real porque eles tiveram que partir tão cedo, mas Deus sabe, um dia você a encontrará novamente, pois o espírito não morre ele é eterno. Espero que Deus possa confortar seu coração assim como Ele tem me confortado e que 2011 possa lhe trazer muitos motivos para sorrir.
    Saiba que a Helena está bem, e que Deus está cuidando dela pra você.
    Cecylia

    ResponderExcluir
  75. Naty confie em Deus,ele te dará todo o conforto que você precisa e toda a força.....Eu me chamo Daniela e também perdi a minha única filha,ela viveu comigo seis meses e meio e hoje já está fazendo oito meses que ela foi morrar com Deus.A sua Helena assim como a minha Isabela,estão no céu pois lugar de anjo é do lado de JESUS.....Pense que ela é o teu anjo que só veio passar algum tempo com você ,mas sempre vai te iluminar e te abençoar.....Naty que Deus te conforte amiga,que você consiga ser forte para superar tudo.....DEUS TE ILUMINE SEMPRE.......

    ResponderExcluir
  76. Oi Naty, sinto muito pela Helena, meu nome é Késia e entendo bem o que vc está passando. Eu tbm perdi minha princesinha com 37 semanas com morte intra-uterina, não cheguei a ver a cor dos seus olhinhos, mas senti o amor mais bonito e sincero da minha vida. No momento em que a vi, pude perceber o quanto eu a amava. Tem dias que choro muito, ontem dia 26/10 fez 2 meses que ela se foi, mas a dor no coração acho que nunca irá sair. Imagino vc que conviveu com a Helena por 21 dias. Vamos orar e pedir a Deus pra nos confortar e diminuir a dor do nosso coração pq ela é muito grande. Que nesse ano de 2011 tenhamos muitos motivos para sorrir e que Deus nos presentei com uma nova gestação. Um grande abraço. Se vc quiser conversar estarei aqui meu e-mail é kesiamfreire@hotmail.com

    ResponderExcluir
  77. Naty, sei exatamente o que vc está passando. Meu filho Ian virou anjinho no dia 14 de novembro dentro da minha barriga aos 8 meses e meio e desde então meu marido também só faz me distrair e me manter ocupada e de preferência acompanhada o tempo todo. Sei que o que queremos nessa hora é ficar sozinhas com a nossa dor e chorar o tanto que der vontade e todos a nossa volta tentam nos fazer parar e isso irrita pq a dor está aqui e não é pq os outros querem q vai passar tão rápido. Nós temos que chorar sim, pois isso alivia, não podemos chorar eternamente pois não será bom nem para nós, nem para nossos filhos e nem para quem está ao nosso lado. Mas as pessoas tem que entender que não é uma dor que passa em um ou dois meses. É uma dor que talvez doa menos com o passar dos anos. Eu não atendo o telefone até hoje. Atendo apenas a minha mãe e a minha irmã, falo com a minha cunhada e com as amigas que fiz aqui pelo msn e nada mais. Não atendo o telefone pelo simples motivo que as pessoas nos dizem coisas que geralmente nos irritam e nos fazem chorar mais como por exemplo "Fica calma, Deus quis assim, logo logo vc tá grávida de novo", mas em nenhum momento alguém pensa que um filho não substitui outro. Claro que quero ter mais filhos, mas aquele bebezinho que ficou aqui dentro por 8 meses e meio não está aqui comigo e por mais que eu tenha outro, sempre vou sentir falta do Ian. Meu marido assim como o seu não fala comigo sobre o assunto, muda de assunto ou apenas me abraça e enxuga as minhas lágrimas. Mas todas as vezes q tentei me abrir sobre a dor que eu sentia ou o quanto me sufoca esse aperto no peito, percebo que ele tb sofre, mas se faz de forte pra me ajudar e o ser forte deles é não tocar no assunto. Eu também me sentia sufocada por todos, sentia vontade de conversar e me abrir mas não sabia com quem, pois ninguém nessas horas sabe o que nos dizer, mas encontrei ajuda aqui nesse blog. Fiz amigas aqui com as quais converso e entre nós nos damos muito apoio e nos abrimos umas com as outras. Aqui consegui me abrir e ver que se as outras mamães de anjos estão conseguindo, que nós também podemos conseguir encontrar um pouco de paz para nossos corações despedaçados. Eu tenho meus altos e baixos, dias que consigo chorar pouco, dias que choro muito, mas acima de tudo tento ter forças todos os dias para erguer a cabeça novamente e começar a recolher os caquinhos dos sonhos e da vida que desmoronou. Somos mulheres fortes, que tivemos a honra de carregar anjos em nossos ventres e fomos muito felizes em companhia desses anjos, mas que cumpriram sua missão aqui e foram chamados novamente ao céu. Nós que ficamos, sofremos, mas eles estão olhando por nós e certamente nos mandarão muita força e amor.
    Eu demorei muito a aceitar ajuda, confesso que aceitei somente esses dias depois de falar com o meu médico. Aceitei marcar um terapeuta para casais, e vamos ver se ajuda mesmo como me dizem. Também achei absurdo pagar para alguém que nunca vi me escutar......mas se eu não for, nunca saberei se isso realmente vai me ajudar.
    O que posso te afirmar é que vc tem que chorar sim, coloque pra fora tudo que o que sente. Chore, grite, mas não guarde essa dor. Ela é forte demais. Nossos anjinhos não estão aqui conosco fisicamente, mas nos acompanharão por toda a vida, até nos encontrarmos novamente. Se quiser conversar meu msn é: karenkristin@hotmail.com
    Um grande abraço beem apertado no seu coração! Força minha querida.....nós vamos conseguir.

    ResponderExcluir
  78. Oi para todos e oi Cecylia.Eu me chamo Sara e não sou a mãe do anjinho mas sou prima e depois dos pais creio que era eu quem mais esperava por esta criança, eu seria a madrinha e meu namorado o padrinho sonhavamos em passear com ele e tudo mais o nome dele era Caio, particularmente chamado por mim de Caio Amado,desde o começo minha tia teve problemas teve um cisto, 2 começos de abortos seu utero era como de uma criança pois nao tinha se desenvolvido mas superou e continuou, com seis meses entrou em trabalho de parto e segurou o bebe por 1 semana os medicos tentavam segura-lo mais só que não foi possivel.Caio nasceu no dia 29 de agosto com 6 meses e uma semana 860 gramas e 28 centimetros.parecia que agora ia dar tudo certo ele crecia e engordava cada vez mais não pegava infecçoes e etc , ela mudou de cidade para ficar perto do hospital pois o hospital de nossa cidade não era muito apropriado para o nascimento de Caio e minha tia teve ele em uma cidade proxima.Ela fez de tudo que podia fazia das tripas coração e lutou contra tudo e contra todos.Um dia antes de Deus leva-lo ela foi visita-lo e ele estava bem omava sangue pois estava com anemia mais estava bem, ela disse depos que naquele dia ele olhou por muito tempo para ela , dizia ela que ele nunca tinha ficado tanto tempo com os olhos abertos , cremos nós que era uma despedida.A hora da visita acabou e lea foi embora.No dia seguinte de madrugada o hospital ligou na minha casa e disse que não conseguia falar com a mãe do Caio e que ela tinha que comparecer no hospital,nos desesperamos e pensavamos o que seria aquela hora a não ser o pior? ligamos para ela e minha mãe minha vó e meu tio foram para o hospital para lá encontrarem minha tia e seu marido.Em casa eu orava chorava e .... se lá o que eu senta no momento... até ligarem e falarem que ele havia passado mal a noite e partido há 01:30 da madrugada.Foi fatal ver o Caio pela primeira vez pessoalmente sem vida, pois só quem poderia visita-lo era os pais e os avós , o sonho acabou e a alegria tambem.Mas Deus sabe o que faz e tem 2 meses e prouquinho que ele se foi ,nem suas coisinhas usou nem na sua casa entrou...no velorio não sai de perto dele por nada la estava eu minha tia seu marido e a sogra dela e ele dormindo num sono profundo que nada o acordava... saudades na virada do dia 24 p 25 chorei muito pois ele sairia agora em dezembro da uti , esperamos tanto e ele não chegou. Obrigado pelo espaço seu trabalho é muito bonito.Sara

    ResponderExcluir
  79. Oi Sara sinto muito amiga pelo Caio.
    O meu bebe também estava prometido para uma madrinha, cheguei a ganhar uma saída de hospital maravilhosa dela com um lindo laço azul até hoje não vi nada tão lindo como a que ganhei, infelizmente ele nem usou. Doei para uma mãe carente no hospital onde fiz a cesárea, tenho certeza que ela ficou muito feliz com o presente de última hora. A madrinha dele ficou muito triste com o que aconteceu estávamos todos esperando por ele, mas Deus sabe o que é melhor para nossos anjos. É muito triste pra família toda, imagino o quanto a mãe do Caio deve estar triste, pois a dor da perda machuca muito. Espero que Deus possa confortar a mãe do bebe, assim como você também.
    Cecylia

    ResponderExcluir
  80. Ola.

    Perdi meu bebe nesta segunda, estou muito triste. Estaria quase completando 12 semanas quando fuiz fazer o segundo ultrassom. No primeiro estava com 8 semanas e estava tudo muito bem. Escutei o coracão, o bebe se movimentou, foi emocionante.
    Mas agora, no segundo exame descobrimos que o bebe já não estava se desenvolvendo, parou com 10 semanas e o coracão não batia... Foi horrível, eu e meu marido estamos sofrendo muito. Eu ainda não estou acreditando direito, no fundo ainda penso que pode ser um erro, que o médico não viu direito porque a ultra não foi transvaginal e minha bexiga estava vazia... mas sei que tudo isso é o meu desejo, e não a realidade.
    Eu não abortei ainda e a médica disse que eu posso esperar sair sozinho ou fazer a curetagem. Estou optando pelo processo natural, porque a médica disse que dessa forma posso engravidar mais rapidamente, e quero tentar o mais rápido possível. Além disso, tenho medo de possíveis riscos da curetagem. Mas também estou com medo das dores que devo sentir com o processo natural e está sendo difícil esperar isso acontecer.
    É realmente muito duro, não pensei que pudesse acontecer comigo... mas assim é a vida, tudo pode acontecer.
    Está sendo bom ler depoimento de vocês, pois me sinto menos sozinha. Gostaria de saber de pessoas que abortaram na primeira gravidez e conseguiram engravidar logo, sem problemas. Não quero ter medo para as próximas...
    Também gostaria de saber se algum já abortou nesta fase, sem fazer curetagem e se foi muito doloroso.
    Muito obrigada.

    ResponderExcluir
  81. Oi Maria Luiza!!
    Sinto muito pela sua perda,tão recente.
    É difícil,mas temos que ter força.
    Medo sempre vai existir,mas nada que supere o nosso sonho de ser mãe.
    Mas investigue,faça acompanhamento com seu médico desde o ínicio,e acredite,tudo vai dar certo.
    Confie em Deus sempre.
    Um grande abraço e feliz ano novo!!

    ResponderExcluir
  82. Bom dia
    Meu nome é Fatima e perdi meu anjinho agora dia 04/12, quero muito contar minha historia de 8 mese com o Breno, mas ainda não consigo, pedi muito para Deus forças e acredito que ele quem me mostrou esse Blog, cada historia que leio é como se eu estivesse falando da dor que ibnvade meu coração, minha alma...espero assim como você ajudar muitas mães de anjinhos...Um grande abraço a todas e forças para nós.

    ResponderExcluir
  83. Hoje estava vendo tv assistindo o jornal local e la estava uma reportagem dizendo que havia nascido um menino no ultimo minuto de 2010 .. e seu nome Miguel !!! Meu Deus quanta saudade do meu amorzinho mexendo na minha barriga, saudades de cantar pra ele de conversar faz 1 mes e meio que ele se foi mais a dor ainda esta aqui a cicatriz ainda ta aberta mais preciso ter forças e continuar pra assim que for liberada começar as tentivas... Pensei e penso muito no Miguel tinha imaginado o natal mais feliz,virada de ano mais alegre e por mais que as pessoas digam pra mim ter forças nessas horas de festa não da não consigo meu chão desaba e a dor aperta mais o peito da um nó na garganta sei que ele esta bem do lado de Deus e esta olhando por mim se preparando pra voltar ,mais saudavel é tanto amor acumulado dentro de mim meu primeiro filho e eu não pude nem beija-lo AMO demais ele e nada nem ninguem pode tirar esse amor que sera eterno ... que em 2011 Deus de a todas nós mães de anjos muita,paz,saúde,amor,força e uma nova benção que nós possamos engravidar de novo sem medo e dar todo amor acumulado dentro da gente .l... beijos a todas e Cecylia muito obrigado por ter esse blog ele me ajudou muito .. Deus te abençõe sempre

    ResponderExcluir
  84. Depois do resultado do Beta HCG positivo, minha maior alegria foi ouvir o coraçãozinho da minha filha batendo dentro de mim... Quanta emoção! Uma mistura de sensações indescritíveis... Mas foi esse mesmo coraçãozinho que me trouxe tanta felicidade em um momento, que me causou a maior dor também, quando parou de bater. Sem motivo aparente, simplesmente parou e com isso perdi minha primeira filha no dia 24/12/2010... Foi uma criança muito amada e desejada. Mesmo sabendo que eu corria risco de vida, optei por tê-la, pois meu amor era tanto que eu daria quantas vidas tivesse pra que minha pequena viesse ao mundo saudável! Ainda não entendo os "motivos" de Deus e prefiro não entrar neste mérito. Fico com a lembrança de que, aos 37 anos, nunca tinha me visto tão feliz, plena e realizada. A gravidez me preencheu por completo, pois era mais que um sonho. Ser mãe era um grande desejo! Acreditei que este ano eu teria um Natal lindo. Nunca imaginei que estaria no hospital, fazendo a curetagem. Vendo ir embora pra sempre a minha filha querida. Difícil acreditar!
    Muitas pessoas se afastaram por não saberem o que dizer nesta hora; ou não tocam no assunto, achando que se não falarem, não vou sofrer. E outras surgem com o "roteiro" preparado de que outra gestação virá, sem ao menos entender que não é a questão da substituição que mudará o que estou sentindo... Tento entender a boa intenção de cada um, mas ninguém entende que a dor maior é a minha e que nem seria preciso palavras, mas apenas uma sinalização de que não estou sozinha, pois é assim que me sinto, devido ao vazio profundo que ela deixou... A verdade é que não há como mensurar a dor pela perda de um filho!

    ResponderExcluir
  85. Fátima Tatiana, Jenifer Gouvea e Cintia, sinto muito por seus bebezinhos.
    Como a Cintia bem disse, a dor é imensurável não tem como descrever
    a tristeza que sentimos, pois o vazio que fica é impossível de completar. Já ouvi várias vezes que mesmo tendo outros filhos após a perda, que a tristeza insiste em ficar. Mas eu acredito que gerar uma nova vida é triunfar sobre a morte, pois a alegria de ter um bebezinho no colo novamente inunda o nosso ser de alegria, nenhum filho substitui o outro, pois eles são seres individuais, mesmo tendo a mesma criação, sendo filhos do mesmo pai e mãe, a personalidade quase sempre entre eles é tão diferente. Espero que Deus possa dar para cada Mãe de Anjo neste ano que se inicia muitos motivos para sorrir e que o sonho da maternidade para as que não têm filhos seja uma realidade e para as que já tem mas um novo membro na família.
    Escrevam sempre que desejar.
    Que Deus possa confortá-las assim como Ele tem me confortado.
    Cecylia

    ResponderExcluir
  86. Olá boa tarde,

    Não é fácil. Acabei de perder meu anjinho, eu o perdi dia 30/12/2010, 01 dia após seu nascimento.
    Eu estava com 35 semanas de gestação, era uma gravidez complicada, pois desde o inicio eu sabia q meu bebe tinha Agenesia de mandibula, mas eu achei q esse era o unico problema. Cerca de 01 mês atrás comecei sentir cólicas constantes, mas o médico dizia q era normal, depois tive um pequeno sangramento e o medico disse q era dor de acomodação. Fiz uma ultra e descobri q estava com polidrâmmio. Desde então comecei a "vazar" liquido aminiótico, tinha até q usar absorventes.
    Dia 29/12/2010 entrei em trabalho de parto com 35 semanas, fui induzida oa parto normal, nem ouvi meu Davizinho chorar, eu só o vi vivo uma unica vez dentro da encubadora, quando o pediatra o levou até mim após o parto.
    O pediatra foi categórico "mãe, seu bebe não vai sobreviver", ele tinha uma série de complicações. Cerca de 08 horas depois, Deus levou meu anjinho lindo..... ele era tão liiiiiiiiiindoooo, o bebe mais lindo daquele hospital....

    É uma dor inexplicavel!! eu o amo tannnto, sinto tato a falta daquele neném pulão dentro de mim... Ainda choro desesperadamente sua ausencia......

    Minha vida já não faz sentido, tenho filhos gemeos de 08 anos, e é por eles q eu tento ser forte, mas confesso que não tenho conseguido.

    Só queria ter a certeza de que meu Davizinho sentiu o quanto era amado e esperado por mim....
    Queria poder dizer isso a ele.....

    Acho que vou pirar!

    ResponderExcluir
  87. Olá.
    Meu nome é Patricia.
    Perdi minha princesa com 40 semanas e 4 dias. faz 21 dias que esta tragédia acometeu a minha família.
    Ela era perfeita. O coraçãozinho simplesmente parou. Não consigo aceitar isso de jeito nenhum. Como assim???? Uma médica me disse que eu deveria ter feito a Tococardiografia ao invés do Dopler colorido que fiz "1 dia antes" do acontecido. O exame indicou tudo excelente, com garantia de 100% de que poderíamos esperar mais uns 2, 3 dias antes de irmos para a cesárea....
    Não sei o que pensar... Vocês fizeram este exame???
    Sinto-me morta por dentro, seca, mas graças a Deus tenho um gurizinho de 1 ano e 10 meses que me dá forças para lutar.
    Não vi minha filha e isso me causa muita culpa.
    Obrigada pelo desabafo.
    Força para todas!

    ResponderExcluir
  88. Patrícia que DEUS te conforte,temos que ser fortes para superar nossas dificuldades.Agora você tem um anjinho para te proteger ela sempre olhará por você.Só o tempo vai tirar essa dor do teu coração,esquecer jamais, mas temos que saber lidar com a separação.Eu me chamo Daniela e também sou mãe de um lindo anjinho chamado Isabela e sei que ela está me dando forças para eu conseguir levar a vida.Isso é apenas uma separação um dia vamos reencontrar nossos bebes e continuar da onde paramos....Patrícia que DEUS te ilumine e te dê muita paz para que você consiga refazer a sua vida......Um grande beijo no seu coração......

    ResponderExcluir
  89. Oi Daniela.

    Muito muito obrigada por seu apoio.

    Meu Deus, quanta tristeza...
    O pior é a culpa. E se eu tivesse feito uma cesárea com 40 semanas certinho???? Será que minha filha não teria sobrevivido?
    Como pode um bb estar perfeito em um exame feito há 12h antes e, de repente, simplesmente o coração não bater mais????? Não aceito!

    Quis muito morrer, mas meu filho me dá forças...
    Será possível voltar a ser feliz como antes disso tudo???

    Um grande abraço!!!
    Patricia.

    ResponderExcluir
  90. Oi Patrícia sinto muito por sua filhinha.
    Neste momento de dor muitos questionamentos invadem o nosso coração, pois é muito difícil aceitar que nossos anjinhos partiram nos deixando tão sós, pois é assim que nos sentimos mesmo estando rodeadas de muitas pessoas. Quando perdi o meu bebe também senti muita revolta, me sentia a pessoa mais injustiçada do mundo, também me senti muito culpada por não ver o meu bebe, mas eu acredito que se fosse para a gente ter visto com certeza isso teria acontecido. Vou te contar um fato que aconteceu comigo, um dos médicos que estava acompanhando o meu pré-natal fotografou o bebe mesmo depois de morto com o celular e ficou de me mostrar a foto que ele tirou, mas por ironia do destino o carro dele foi roubado e levaram embora o celular, conclusão acredito que não era mesmo para eu vê-lo. E quanto a ser feliz é possível sim amiga, não posso te afirmar que será como antes, pois muita coisa mudou dentro da gente. Com o tempo você se sentirá melhor, e até poderá pensar na possibilidade de dar uma outra irmãzinha para o seu filhinho, com certeza esse bebe alegrará sua vida, mas nunca substituirá a sua filhinha que está no céu, pois ela sempre fará parte de suas lembranças. Que Deus possa te consolar e que a paz volte a morar no seu coração.
    Cecylia

    ResponderExcluir
  91. Ha eu perdi minha filha 7 meses de gestacao,um virus a matou, ate hoje nao conseguiram descobrir que virus a levou,hoje faz 8 meses do acontecido,esse virus tambem levou parte da minha alegria,saude fisica e emocional nunca mais foi a mesma,me deixou essa saudade interminavel que passa,tem vez ameniza mais nao passa essa dor,hoje mesmo ela ta insuportavel,um filho nunca se esquece mesmo que queremos nunca esquecemos.Todo dia eu me pego pensando nela,sem querer faco contas:se ela estivesse aqui ela estaria assim ou de outro jeito falando ou andando enfim um filho,morre para os outros para nos maes nunca morre,quando falamos dele ou lembramos parece que conseguimos sentir ate o seu cheiro,DEUS como e doido enterrar um filho,toda mae que enterra filho,vai pedaco da gente junto.quando vem esta dor da saudade eu me isolo choro muito,questiono DEUS porque ate hoje nao entendi o porque,converso com ELE(DEUS),como doi,peco a sua ajuda a sua forca porque so entende o nos sentimos,derramo o meu coracao para ele,falo do meu sonho de mae novamente,ouvi o choro da minha filha novamente,tela em meus bracos,as nao falo nada so choro nos bracos de DEUS, pedindo o seu conforto, e sua ajuda para sair dali daquele pranto e continua.Se alguem fala para mim que aceita o planos de DEUS e continua em pe sua presenca e facil, esta pessoa nao diz a verdade,porque aceita os desgnos de DEUS e continua na sua presenca e so pelo PODER DELE,nao e pela forca do homem,hoje eu estou dilacerada nas minhas emocoes de saudade,há como eu desejaria que ela estivesse aqui comigo,como eu desejaria isso,obrigada por este site aonde eu posso desabafar,e chorar muito isto me ajuda a caminhar obrigada.cirley

    ResponderExcluir
  92. Patrícia não se culpe,uma mãe nunca quer o mal do seu filho.Se aconteceu é porque já estava escrito,não tente se culpar amiga,DEUS não quer nos ver sofrer.Quando perdi minha princesinha também procurei um culpado,ás vezes eu achava que eu seria a culpada,pois pensava que tudo seria diferente se o meu parto tivesse sido na minha cidade.Temos que colocar tudo nas mãos de DEUS,de nada adianta ficar nos culpando, isso só vai nos deixar mais tristes.Fique com DEUS estou rezando para que você consiga acalmar esse seu coração....DEUS TE ABENÇÕE...

    ResponderExcluir
  93. Oi
    Tenho 22 anos, e qd era pequena sofri abuso sexual que resultou numa desestrutura psicológica mto grande ... qd deveria ser criança, eu fui adulta, e na minha adolescencia, eu simplesmente vegetei devido a depressão profunda. Agora que deveria agir como adulta, andei me divertindo por aí.
    Numa dessas minhas aventuras, fui com uma amiga dançar. Eu adoro dançar! Faz tão bem pra minha alma e eu me sinto .. livre.
    O irmão dela estava junto, e dançamos a noite inteirinha. Pra mim foi absurdamente mágico, ficar até 6 horas da manhã só dançando, sem me preocupar com mais nada a não ser o dia clarear, e a batida da música na minha cabeça. Então fomos todos pra casa dele, e antes que a bela adormecida complexada pudesse cair num sono profundo, nós fizemos amor.
    Sabe, eu não me arrependo do que aconteceu embora tenha me sentido mto mal depois por ter deixado isso acontecer com uma pessoa que eu não conhecia nem a 24 horas ...
    Mas ele me fez bem, de um certo modo, eu não senti medo ...
    Qd voltei a minha realidade, minha cidade, continuamos a conversar, e menos de um mês depois nos vimos denovo.
    Eu já suspeitava que estava grávida mas logo no primeiro dia nos desentendemos e eu tive medo de contar pra ele. No dia seguinte ele saiu e eu esperei, esperei e esperei ... então fui embora. Qd estava no aeroporto passei mal, e foi qd confirmei que estava msm esperando um bebe, e o pai só morava a 1200 Km de distancia. E ... qd soube, simplesmente não acreditou em mim. Exigiu teste de DNA e ainda afirmou que ficaria com a guarda do bebê.
    Sábado passado eu completei semana passada, Mariah completou 4 meses de gestação ... pela primeira vez eu falei com o pai dela sem brigarmos ... mas no domingo, eu sofri um acidente indo trabalhar e eu perdi a pequena Mariah.
    Eu não sei o que fazer ...
    Aquela pessoa que eu conheci, o pai dela ... ele parece que não existe mais .. pq ele diz não entender pq estou tão chateada ....
    O que há de errado com todos nós? Comigo? Com ele?

    ResponderExcluir
  94. Queridas mamães, como é bom compartilhar este sentimento tão doloroso com vcs. Obrigada a todas pelo apoio.

    Querida "Alone" vc não tem culpa de nada. Vc amou seu bebê como uma boa mãe deve fazer. Não se culpe. Vc terá mais chances na vida...
    Tente não relacionar o que ocorreu com vc na infância com este acontecido, pois eles não têm relação. Nossa cabeça inventa tramóias mirabolantes qdo estamos sofrendo. Eu procurei um psiquiatra e tem me ajudado bastante. Pense nisso. Às vezes conversar com um estranho ajuda mais, pois ele não está envolvido emocionalmente e vê tudo com mais clareza.

    Imagino que o pai do seu bebê deva ser muito jovem tbém, e ainda não alcança o que é o sentimento de mãe, ou de pai. Tente não culpá-lo.

    Estou torcendo por vc, assim como torço por mim!
    Um beijo,
    Patrícia.

    ResponderExcluir
  95. (Eu sou Alone)
    Ele tem 25, 26 ele deve ter completado ...
    mas ele costuma sair com mulheres mais velhas. Diz que sou infantil.
    Como pensar assim sendo que ela estava viva dentro de mim ... e eu ouvia seu coraçãozinho, e era de mim que ela se alimentava? Como ele não entende que metade de mim era ela, e a outra metade dela era ele?
    E agora que eu não a sinto mais tenho tanta necessidade dele por perto .. mas então ele se afasta mais ainda.
    E enfrentar isso sozinha está sendo uma dor insuportável ='(

    ResponderExcluir
  96. Querida Ju (Alone).

    É natural vc querer ficar mais perto do pai do seu bebê neste momento, já que ele representa a figura mais próxima do neném. Mas tente pensar que, infelizmente, ele parece não ter maturidade suficiente para entender a sua dor. Talvez vc seja mais madura por ter tido que enfrentar muitas coisas difíceis em sua vida.

    Espero que vc consiga ajuda de alguém que não seja seu namorado, mesmo que seja de um profissional, assim como eu fiz.

    Saiba que seu sofrimento é real, e que infelizmente temos que passar por ele para tentar nos resgatar. Vc vai conseguir! Nós vamos conseguir. Temos que conseguir...

    Admiro sua coragem e espero estar ajudando, assim como vc está me ajudando, mesmo sem saber.

    Obrigada. Beijos.
    Patrícia.

    ResponderExcluir
  97. CECYLIA GOSTARIA DE ENVIAR UMA HOMENAGEM AO MEU BB BRENO, MAS NÃO ESTOU CONSEGUINDO, COMO DEVO FAZER, ESTOU DE ENVIANDO TB POR E
    -MAIL

    MEU E-MAIL : PAISAGISMO@TERRA.COM.BR

    ResponderExcluir
  98. Oi Fátima, para fazer sua homenagem para o Breno, você precisa me enviar sua história e uma foto sua de quando você estava grávida para o e-mail: perdimeubebe@gmail.com que eu coloco no blog assim que chegar aqui.
    Cecylia

    ResponderExcluir
  99. MAMÃE NUNCA BEIJOU
    MAMÃE NUNCA ABRAÇOU
    MAMÃE NUNCA CHEIRO
    MAS MAMÃE, AMOU E VAI AMAR ETERNAMENTE
    MINHA PRINCESINHA



    A ESPERA, DEPOIS DE 11 ANOS PELA CHEGADA DE UM BEBE ERA MUITO INESPERADA, ATE QUE CHEGOU A HORA, MAMÃE ESTÁ GRAVIDA, É A GIULLIA, MINHA SEGUNDA PRINCESINHA, DEPOIS DE DOIS MESES DE GESTAÇÃO TIVE SANGRAMENTO, FUI ATE O MEDICO E FUI MEDICADA E TERIA QUE FICAR DE REPOUSO, O SANGRAMENTO PAROU PARCIALMENTE, SEMPRE FICAVA UM POUQUINHO, A MEDICA DISSE QUE ERA NORMAL, A ULTIMA CONSULTA FOI DIA 21/01/2011, ELA DISSE QUE ESTAVA TUDO BEM, MAS NA QUINTA FEIRA 27/01/2011, SENTI ALGUMA DORZINHA NO FINAL DA TARDE, FUI PARA CASA E FIQUEI DE REPOUSO, NA SEXTA FEIRA JÁ NÃO SENTIA DORES, FUI TRABALHAR, TINHA UM POUCO DE CORRIMENTO, MAS NÃO IMAGINAVA QUE FOSSE PERDA DE LIQUIDO, NO SABADO 29/01/2011, FOI AO MEDICO LOGO CEDO, FUI EXAMINADA PELA MEDICA E ELA DISE QUE O CORDÃO UMBILICAL ESTAVA SAINDA PELA VAGINA, FIQUEI PREOCUPADA, FIZ UM ULTRASSOM O BEBE ESTAVA LÁ, O CORAÇÃOZINHO BATENDO FORTE, MAS O LIQUIDO AMINIOTICO JÁ ESTAVA BEM REDUZIDO, FIQUEI MAIS PREOCUPADA AINDA, AO VOLTAR A SALA DO MEDICO ELE DISSE QUE IRIA ME INTERNAR, COMECEI A CHORAR, ELE DISSE QUE ERA PARA SE PREOCUPAR POIS O PERIGO DE UMA INFECÇÃO PELO CORDÃO UMBILICAL ERA MUITO GRANDE, O QUE TRARIA GRANDES PROBLEMAS PARA MIM E PARA O BEBE, FIQUEI 4 DIAS NO HOSPITAL, NA SEGUNDA FEIRA 31/01/2011, O MEDICO VEIO ME DIZER QUE UMA DECISÃO TERIA QUE SER TOMADA, PODERIA FICAR 1 DIA, 1 SEMANA, 1 MÊS, O BEBE NÃO RESISTIRIA POIS O LIQUIDO ESTAVA MUITO POUCO, E SEM ELE O BEBE NÃO SOBREVIVERIA, ELE E MUITO PEQUENINO, SÓ TEM 19 SEMANAS, OS ORGÃOS AINDA ESTAO SE FORMANDO ELE NÃO VAI RESISTIR, PODENO ATE TRAZER CONSEQUENCIAS PARA VOCE, POR VOLTA DE SEIS HORAS DA NOITE FUI MEDICADA, AS OITO, COMECEI A SENTIR FORTES DORES, FOI MEDICADA E CONSEGUI DORMIR UM POUCO, POR VOLTA DAS ONZE A DOR VOLTOU MAIS FORTE AINDA, ESTAVA CHEGANDO A HORA, NÃO TINHA MAIS JEITO MEU ANJO ESTAVA INDO EMBORA, ELA SAIU, E SE FOI, E JUNTO COM ELA FICOU A MINHA DOR, HOJE 06/02/2011, ESTOU SOFRENDO, NÃO CONSIGO PARAR DE LEMBRAR QUE ATE A ALGUNS DIAS, ESTAVA TUDO BEM, FALTA ALGUMA COISA DENTRO DE MIM, A BARRIGA MEXENDO, A HORA DO BANHO CONVERSAVA BASTANTE COM ELA, OS MEUS SEIOS QUE AINDA ESTÃO BEM DOLORIDOS, É TERRIVEL, NÃO O QUE FAZER, PORQUE EU?

    ResponderExcluir
  100. Oi mamãe do anjinho Giulla...
    Querida sei exatamente como se sente, sou mamãe do anjinho Breno que tb foi para o papai do céu em 04/12 com 34 semanas, eu tb estava sem liquido, mas não sei se perdi ou o bb tinha algum problema (nunca ficarei sabendo), amiga se desejar me add no msn ou me mande e-mail, eu sei da grande necessidade que temos de conversar com quem já passou por essa dor que fere a alma......Que Deus possa te confortar...e-mail: paisagismo@terra.com.br

    ResponderExcluir
  101. Mãe da Giulla,que DEUS possa te confortar,nós mães de anjos temos que ser fortes.DEUS nos escolhe por saber que somos guerreiras,também sou mãe de um lindo anjinho chamado Isabela,que há dez meses foi para junto de DEUS,não é nada fácil,mas temos que aguentar firme."DEUS NÃO DÁ A CRUZ MAIOR QUE PODEMOS CRREGAR",ele tem um propósito para nossas vidas,esses anjinhos veêm ao mundo para nos tornar pessoas melhores,mais fortes.Esquecer jamais,mas temos que aceitar e aprender a viver sem eles....Que DEUS te proteja....

    ResponderExcluir
  102. Olá,Boa tarde mamães...
    Me chamo Marcela,tenho 32 anos.
    Estava grávida de 17 semanas de uma menininha linda que iria se chamar Vitória.Estava com problemas de pressão alta.Na sexta feira dia 05 fui na minha médica,fiz pre natal,td direitinho...No sábado a tarde estava sentindo muitas dores de cabeça,minha pressão estava alta tb...Liguei pra minha médica e ela me disse que eu ficasse de repouso e tomasse meu rémedio para pressão...Vou dormir e acordei com uma forte dor na barriga,qd me levantei estava com sangramento...Liguei pra ela e corri para hospital...Só me lembro de ter chego lá,chorando muito e pedindo que sauvassem minha princesa...Acordei no domingo a tarde com a triste noticia que minha Vitória não estava mais comigo...Estou sentindo uma mistura de sentimentos...uma Tristeza,uma Dor,uma Raiva,Revolta...meu namorado mora na Praia Grande em SP,eu estou em Salvador-Ba...Ao falar com ele hj,ao ouvir ele chorar...me deixou com mais tristeza ainda,mas graças a Deus ele me deu Força e sei o quanto ele me ama.
    Amor Te amo
    Vitória Te amo
    Com Fé em Deus logo,logo teremos o nosso bebê!!
    Que Deus nos abençoe
    Beijos
    Marcela

    ResponderExcluir
  103. Marcela seja forte DEUS está contigo,ele não quer ver o nosso sofrimento.Somos mães de anjos,nossos bebês estão em um lugar maravilhoso junto de DEUS.A sua Vitória jamais será esquecida,mas tens que levar à vida.Mesmo não sendo fácil nós mães de anjos temos que superar todo o sofrimento e a separação.Marcela pense que um dia você irá reencontrar a sua Vitória,e aí sim serás feliz novamente...Fica com DEUS, beijos no seu coração....

    ResponderExcluir
  104. Queridas mamães.

    A verdade é que nenhuma de nós merecia passar por isso, é claro! Mas infelizmente coisas ruins acontecem com todas as pessoas, sejam estas boas, más, fortes, fracas, bonitas, feias, famosas, ou não.

    Mamãe da Giullia, esta pergunta: "por que eu?" é a mesma que todas nós nos fizemos e ainda fazemos, mas infelizmente não há resposta. Por que alguém adoece? Por que crianças morrem? Por que um motorista bêbado adentra em uma praça e mata um pai com um carrinho de bebê? Por quê? Por quê? Simplesmente porque acontece. É a vida! E ela não é justa! E tivemos a enorme tristeza de sentir uma destas terríveis fatalidades com a perda dos nossos bebês.

    A dor é insuportável. Todas já quisemos morrer, ou dar a vida pelo nosso bebê. Eu perdi a minha filha faz 40 dias e penso nela todos os dias, choro, relembro os meus sonhos quebrados e minhas ilusões perdidas. E como dói...

    Mas a vida segue, e ela não permite que paremos somente para sofrer... Temos que seguir, ser fortes e, quem sabe, ter a coragem para, qdo estivermos melhor, gerar um outro neném que nos trará alegria novamente.

    Esquecer??? Nunca. É impossível. Mas temos que viver! Eu procurei ajuda profissional (psiquiatra) e tem sido muito bom, pois as pessoas fingem que nada aconteceu, ou se cansam do assunto, que para nós toma conta de nossas almas, e isso, para mim, é ainda mais triste...

    Um grande beijo e muito consolo.
    Força para todas.

    Patrícia na Terra e Clara Lis (minha linda) no céu... )o:

    ResponderExcluir
  105. Patricia

    Entendo exatamente o que está sentindo no meu caso perdi meu bb com 37 semanas senti uma dor de cabeça forte e fui para o hospital dei entrada as 18h fui direto para o pré parto fiz exame de sangue,urina e cardiotoco(examina o batimento do bebe)e estava tud bem 30 minutos depois no ultra o coração já não batia mais.Isso mesmo ele estava bem e derrepente virou um anjo.Ainda farei muitos exames pois todos os anteriores não explicam sua morte tento me manter em pé com o pensamento que DEUS o quis assim mas não é facil ele era lindo todo perfeito.É impossivél não se perguntar o por que desta tragédia
    daniela: dannyfelice@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  106. Patrícia é bem como você disse,precisamos de pessoas que nos escutem,que falem do assunto.Não sei porque mas elas se esquivam,falam de tudo menos do que queremos ouvir.No começo também procurei ajuda de um pscicólogo,fiz algumas consultas me ajudou muito a antender "os por quês".A vida é assim,não precisamos entender os por quês e sim aceitar,o sofrimento faz parte da vida de todos nós,temos que ser fortes e superar,pois entregar os pontos não irá trazer os nossos bebês de volta.Patrícia que DEUS te abençõe e te guarde hoje e sempre....Beijos no seu coração..

    ResponderExcluir
  107. Oi Daniela.

    Sinto muito muito pelo seu bebê.
    O meu caso foi igualzinho ao seu. Fiz um doppler colorido menos de 12h antes da minha neném morrer... O sentimento de culpa é inevitável, né? E o sentimento de impotência também...
    Será possível ninguém saber explicar a causa destes óbitos? Há vários depoimentos aqui no blog com histórias semelhantes às nossas. No início eu não conseguia aceitar, pois a minha Clarinha estava tão bem!!! Agora, após 50 dias, tento aceitar como uma fatalidade, que infelizmente pode acontecer com qualquer um... Mas é muito difícil. Era o seu 1o bebê?

    Desejo todo o amor que houver nesta vida para você e que nós todas consigamos nos recuperar.

    Patrícia.

    ResponderExcluir
  108. oi meu nome e josy,hj faz 2 meses que perdi minha bebe,tive uma gravidez aparentimente saudavel,mas 14 hs apos o parto foi descoberto que ela nasceu com um bloqueio intestinal que gerou outros problemas,ela passou 3 dias na u.t.i,nao foi facil assistir tudo,ver ela ali e nao poder ajuda-la,hj eu nao consigo dormi pensando como seria ria se ela estivesse aq,e relembro em detalhes dela nascendo,e depois morrendo,e tenho crises de choro e me pergundo quando isso vai passa,hj nao penso em ter mais filhos pelo medo q adquiri,mas sei q um dia vou superar....

    ResponderExcluir
  109. Oi Josy, sinto muito por sua bebezinha.
    Que Deus possa confortá-la e te dar forças para não desistir do sonho de ser mãe. Sei como você se sente, posso dizer isto, pois compartilho da mesma dor, são muitos sonhos interrompidos, muitos porquês sem respostas. Mas temos que confiar no criador, crer que Ele tem cuidado de nós, sei que o meu bebe, a sua bebezinha e o de todas as Mães de Anjos estão em um lugar lindo, pois eram seres puros, muitos nem viram a luz deste mundo. A palavra de Deus diz: deixai vir a mim as criancinhas, pois delas é o reino dos céus. Olha que frase mais linda, “delas é o Reino dos céus”, apesar de toda tristeza que sentimos temos que aceitar a vontade de Deus, procure colocar no seu coração que Deus fez o melhor por você e por sua princesinha. Só o tempo pode amenizar esta dor.
    Fique com Deus
    Cecylia

    ResponderExcluir
  110. Oi, adorei o blog. Chorei bastante pois tambem estou passando por isso. Fiz Ultrassom dia 11/03 e descobri que perdi meu filho. Isso é um choque, mas se Deus quiser vai passa...

    ResponderExcluir
  111. Oi adorei o blog, hj descobri que tive um aborto retido o bebê iria estar com mais ou menos de 8 a 10 semanas. Estou muito triste!!!
    Meu anjinho foi embora!

    ResponderExcluir
  112. Oi amiga sinto muito por seu bebezinho.
    Entendo como se sente, mas se Deus levou seu pequenino é porque era necessário. Que Deus possa te confortar assim como Ele tem me confortado a cada dia e que Ele possa te enviar logo outro anjinho para alegrar seu coração.
    Escreva sempre que desejar.
    Cecylia

    ResponderExcluir
  113. Nao sei se era isso que eu preocurava quando digitei no google mas acho que aqui pode ter um espaço pra mim...
    Em Abril de 2009 decobri que estava gravida e logo depois atraves de um exame cahamado translucencia nucal descobri que meu bebe tinha Sindrome de Down... isso fez com que eu amasse ele mais do que tudo nessa vida, passei a viver inteiramente pra ele. Como a maioria das crianças com down, ele tinha problemas cardiacos e em 05/10/10, quando ele completava 11 meses, ele fez a cirurgia para corrigir o problema mas em 06/10/10 ele nao aguentou e teve uma parada cardio-respiratoria e nao resistiu...
    Não ha dor maior no mundo.
    3 semanas apos a morte do meu filho descobri que estava gravida, desta vez de uma menina saudavel, mas a dor e a saudade sao tao grandes que acho que nao conseguirei amar essa criança da mesma forma ou com a mesma quantidade que eu amei meu Détari.
    a primeira coisa que eu pesei quando perdi meu bebe era que deveria ter outro imediatamente e acho que esse é o pensamento da maioria das mulheres, mas nao é bem assim quando isso acontece imediatamente...
    e essas frases " deus sabe o que faz" "o tempo ajuda"... não me servem mais, fico até muito irritada quando escuto coisas do tipo.

    desculpa pelo desabafo...

    ResponderExcluir
  114. Oi Michele, entendo a sua revolta e sei o quanto dói, pois também perdi um bebe só que aos 7 meses de gestação e ao contrário de você amiga não tive a oportunidade de ter criado ele por 11 meses, a única recordação que guardo do meu anjo são os ultrassons que tenho comigo até hoje.
    Amiga, quando eu digo que Deus sabe o que faz, com certeza Ele sabe e o tempo ajuda sim, pois com o tempo a dor ameniza e o que fica são as lembranças dos bons momentos que tivemos com nossos bebezinhos enquanto estavam com a gente. Desculpe-me, mas não consigo entender você, você deveria ser grata a Deus pelo presente que Ele te deu, deveria ser grata pela menina saudável que está dentro do seu ventre, e amar esta criança muito, pois ela te trará muitas alegrias. Isso o que você está fazendo se chama rejeição e você está passando para sua filhinha, pois ela consegue sentir tudo o que você sente. Muitas mães de anjos querem engravidar e não consegue, muitas mulheres desejam ser mãe e talvez nunca consigam, tente refletir melhor tudo o que você escreveu.
    Amiga que Deus possa te confortar, que você possa ser muito feliz com sua filhinha. Você precisa colocar em seu coração que Deus fez o melhor por você e pelo Détari. Quem somos nós para questionar Deus, pois Ele conhece nosso passado, nosso presente e o nosso futuro.
    Cecylia

    ResponderExcluir
  115. oi meu nome é Daiana e estava gravida e tudo tava indo bem mas com 7 meses me deu
    penemonia e os meticos me disse que pode ter sido isso que provocou a morte de minha anjinha Isabelly,doi de mas ela estava sendo muito esperada, más DEUS sabe oque fáz!!!

    ResponderExcluir
  116. Fáz trez messes que minha anjinha foii morrar com DEUS,mas essa dor é muito forte e nao consigo superar isso,eu me sinto culpada por ela nao esta aqui e oque mas me doeu foi em ter que dar a noticia para meu marido nao consigo teirar isso da minha cabeça ele adora criança e oque eu mas queria era ter dado essa alegria para ele !!

    ResponderExcluir
  117. Olá mamaes, é bom ouvir este nome, pois ainda nao pude ouvir de um filho... Estava grávida de meu primeiro filho e com 6 meses quando fui fazer a ultra dia 12/11/11 e a médica falou que meu Lucas estava sem batimento cardiaco. Fiquei em choque, foi como entrar no alem da imaginaçao... Na noite anterior senti ele mexer e pela manha aquela noticia... Foi horrivel, indescritivel, chorava e entrava em transe como se aquilo nao pudesse estar acontecendo. Fomos direto ao hospital para poder fazer o parto, internei, começaram a aplicar os remedios a cada 6h, nao conseguia dormir, so pensava no meu Lucas e que nao poderia ve-lo morto, rezava para que nao demorasse, pois é uma tortura psicologica, ficar aguardandando, ter dores e no final de tudo, meu bb, nao estaria vivo... Ninguem merece passar por isso, como é possivel?
    No dia seguinte dia 13/11/11, ás 13:30h, exatamente 6 meses depois da concepçao, meu Lucas saiu de meu ventre enquanto me dirigia a sala de parto, eu nao pude ve-lo, sabia que ficaria mais transtornada, meu marido o viu, ele tinha meus traços e a boquinha do pai.
    Segundo a pediatra, ocorreu um estreitamento do cordao umbilical, que nao deixava passar nd e por isso o coracao do meu Lucas parou de bater.
    Fez 1 semana domingo, estou na casa dos meus sogros e nao tenho vontade de fazer nada...Nao tenho vontade de conversar com os outros, de saber dos sobrinhos e da felicidade alheia.
    Ainda nao fui visitar meu filho no cemiterio...Eu quero ir, mas tenho medo da minha reaçao.
    Estavamos com tudo pronto para a chegada do Lucas, meu marido tem ido todos os dias ao cemiterio e so me falou ontem isso...Acho que cada pessoa lida de forma diferente com a dor...
    Eu nem consigo imaginar ficar gravida, e ficar paranoica de saber se o bb estaria bem o tempo todo, a cada ultra, e de repente poder voltar a ouvir que o meu bb nao está vivo... Nao sei o que pensar, fui por 6 meses a pessoa mais feliz do mundo e sempre agradecia a Deus pelo Lucas e conversava mt com meu filho.
    A minha vida perdeu o sentido...
    Lucas vc é o meu filho querido, nunca te esquecerei, AMO DEMAIS VC FILHO!

    ResponderExcluir
  118. Olá Priscila.
    Sinto muito, muito mesmo pelo seu Lucas. Eu perdi a minha Clara como vc, mas com 40 semanas, sem nenhum tipo de explicação. Faz 11 meses... É uma dor muito terrível, vc tem toda razão de estar muito triste. Eu chorei sem parar por 3 meses... Tenho mias um filho que me ajudou muito a superar. Olha, o que eu posso te dizer é que a tristeza desta perda nunca vai sumir, mas vc vai, sim, melhorar e querer viver de novo. Até hj choro a perda da minha filha, mas consigo ter as minhas alegrias tbém. Eu tbém nunca fui ao cemitério e não a vi nascendo sem vida... Pedi para me doparem... Não se sinta culpada por não ir ao cemitério. Isso não significa nada, querida. Seu filho era parte de vc e ele, onde estiver, sente vc mais do que qq pessoa. Eu estou novamente grávida e não vou mentir: estou apavorada, mas esperançosa... Não desista de seu sonho. Vc vai conseguir... E não se obrigue a fazer o que não tem vontade. Tenha seu tempo... Sofra a sua dor. Ela vai melhorar... Um enorme beijo. Patrícia.

    ResponderExcluir
  119. oi mamaes eu no dia 30 de agosto fui a uma consuta do pre natal,chegano lá meu medico me esaminou e eu etava perdendo liquido e me mandou pra a maternidade,ja estava de 9 messes chegando lá fiu esaminada novamente e estava com 1 dedo de delatacao,mas fiquei muito tempo e delatao nao almentava,acho que os medicos era pra ter feito uma cesaria mas esles foran tentendo um parto normal,e minha bebe nao aguentou e nasseu viva más depois de 40 minutos ela morreu,sofri demais más sofreria mas se fosse preciso pra minha ISABELLY, está aqui,sabe quando vai chegando o fim da gravides agente fica anciosa pra ver o rostinho de nosso bebe fui pra maternidade muito feliz pois ia ter minha filha em meus braços, mas por erro humano não pude nen amamenta minha filha nen que fosse por uma vez só,hojé sonhei que ela estava mamando,hojé me acabei de chorrar era minha primeira filha,ela era muito desejada,ISABELLY VC É MEU ANJINHO DE LUZ TE AMO ETERNAMENTE

    ResponderExcluir
  120. oi cecilia estou muito feliz de ter descoberto o seu blog ele traz muita força para nos maes de anjos,ja faz um ano que perdi minha filhinha sonhada mariana estava com 8 meses de gestaçao,no dia 25/09/10 meu coraçao partiu o sonho tinha acabado, ha algumas semana antes nao sentia mais minha bebezinha mexer dentro de mim estava ficando angustiada ela mexia muito principalmente pela manha era bem agitadinha fui ao medico e ele disse que estava tudo bem e so me pediu um ultrasom, 2 dias depois senti um pouco de dor e fui para o hospital la me examinaram e tentaram ouvir o coraçao dela com tres aparelhos e nada comecei a ficar nervosa e fizeram o ultrasom para confirmar eles disseram que minha filhinha ja estava morta dentro da minha barriga e ja fazia alguns dias foi muito triste tiveram que induzir o parto normal e tive que ter forças para ajudar a tirar ela de dentro de mim,hoje me sinto mais forte nao tao recuperada mais ja retomei minha vida e voltei a trabalhar,mais vivo com muito medo meu maior sonho e ser mae mais sei que vou sofrer muito pois vou ficar insegura com medo na proxima gravidez nao sei o que fazer gostaria muito que respondesse para mim eu e meu marido tentamos nao falar sobre o que aconteceu pois e muito doloroso para nos eu gostaria de conversar um pouco mais com ele sobre isso mais nao consigo nao sei o que fazer me ajude vc e uma pessoa maravilhosa e admiravel a sua maneira de enfrentar a dor estou muito feliz de conpartilhar minha historia com uma pessoa tao especial como vc cecilia obrigada que deus abençoe todas nos mamaes de anjos obrigada

    ResponderExcluir
  121. MEU ANJO MANU


    três meses atras perdi minha menininha ... meu anjinho Emanuele ... pré-eclâmpsia com qse 9 meses de gestação, dei entrada no hospital com contração p parto normal, o 1° médico q me examinou disse: "-Só aguarda que seu bebê irá nascer!" (terça-feira madrugada), 2° médico "-não vou fazer o parto porque ainda está imaturo!" (terça-feira manhã), fiquei passou um, dois,três....médicos,passou terça,quarta,quinta...., sexta-feira veio a notícia o coraçãozinho parou seu bebê morreu, deu isso, aquilo...e aconteceu isso.... internada num hospital particular perdi meu bebê e quase perdi a vida, não quero saber o que aconteceu eu quero meu bebê... enquanto muitas mães sai do hospital com seus bebês, eu saí com um corte enorme abaixo do umbigo qse nem conseguindo andar e cadê meu bebê!!!nunca vou esquecer aquele rostinho da minha filha....coisa mais linda .... sinto ela no meu braço, dormindo,meu deus !!!!!cadê....todos sofrem muito meu marido, nossa família e amigos, mas EU..... NÃO, EU NÃO SOFRO, SÓ NÃO SOU FELIZ, ACABO
    ACABO
    ACABO O SONHO ACABO.....
    QUERO TER OUTRO FILHO, MAS CADÊ MINHA MANU, foi por ela que esperei 9 meses, foi p ela que fiz chá de bebê, foi ela que ganhou durante 9 meses presentes, foi ela q foi acarinhada por mim, família e amigos, está tudo aqui, esperando por ela...que nunca virá, lembro de coisas q nunca acontecerá, vejo grávida e pergunto cadê minha barrigona e minha filhinha, nem uma nem outra, pergunto o que fiz de errado p minha filha não ter direito a vida, cadê minha vida, nem mesmo eu não sabia q tinha tanto amor p/ dar, que amor intenso, que sofrimento parece que eu vou morrer de tanta dor, mas penso não posso desistir da vida porque, além de eu ser mãe eu tenho uma mãe.... e se meu sofrimento é enorme imagine o de minha mãe, meu marido meu companheiro minha força.ele está aqui...ele quer um filho ..e eu tb, se eu ficar doente como irei ter filhos....MANU....ELA ESTÁ AQUI NO MEU CORAÇÃO E SEMPRE ESTARÁ
    crisdsbarbosa@itelefonica.com.br

    ResponderExcluir
  122. OLá!
    Meu nome é Leila e encontrei seu site a procura de algo p/ me confortar, pois o mesmo que vi aqui com muitas mães de anjos eu passei e passo.
    Dia 26/10/2011 tive a triste noticia que minha princesa Lavínia havia partido, ela foi encontrar-se com Deus, foi muito dificil, no inicio senti raiva, senti pena, senti saudade, senti um amor incondicional. Sofri muito pois o parto foi indusido, parto normal, fiquei a noite toda com dor e no final não tive ela, tão linda, nasceu perfeita, ela tinha 8 meses.
    Até hj não sabemos ao certo o que ela teve, mas suspeita de problema renal, pois não tinha agua no utero e nem havia perdido, enfim, preferimos acreditar que Deus tinha um proposito e tem.
    Ela sempre será minha filha, tão amada, tão desejada que me ensinou a ser mãe e perde o medo de ser mãe, apesar dela não estar conosco em corpo fisico, sei que ela sempre vai estar conosco em coração.Eu entendo a revolta de muitas mães, tbem tive essa revolta, choro sempre, fico triste cada vez que vejo um bebe, cada vez que vejo nos olhos do meu marido a vontade de cuidar de nossa pequena, mas preciso ter força para continuar e acreditar que Deus não tem raiva de nós, e não quiz mostrar na dor que estamos pecando, acredito que Deus nos ensinou muito atraves da Lavinia, aprendi a rezar de verdade, aprendi ver que o mundo daqui é passageiro, que todos seremos felizes um dia sem dor, essa dor que temos agora é para crescimento.
    Tbem senti como a mãe do anjo manu que o sonho tinha acabado, mas não acabou. Temos que ser fortes, pelo amor, por esse amor que nossos anjos nos ensinou a ter.
    o medico que nos deu o laudo disse :
    _ viva com o que ela trouxe de bom, o que ela ensinou, viva não pelo porque disso mas para que isso aconteceu, para que aprendecemos mais, para que pudessemos sentir o amor verdadeiro, para conhecer a dificil missão de perdoar...acredito até que foi Deus falando e não o medico.
    Enfim, nossos anjos nos ama e com certeza amamos eles, eu sei que apesar de toda dor hj aqui vivenciada tem um proposito de fé e amor, tem uma vitória já escrita para nós que somente nós sabemos como é esta dor.
    fiquem com a benção de Deus todas vcs, sei que vão vencer esta dor, pq sumir ela não vai, mas vai ficando fraquinha, possibilitando que lembremos de nossos anjos com alegria e não mais tristeza...Fé e força

    ResponderExcluir
  123. oi moro em barra nova interior de alagoas -marechal deodoro,passo por essa esperiencia faz seis dias,e so DEUS que mim conforta,e alivia meu coração por alguns momentos,pois logo vem a lembrança do rostinho dele e atristeza,mim abraça.mas por algum momento mim vem a esperança que algo de bom vai acontecer,para aliviar essa dor,sei que nada mim fará esquecer. ele tará sempre em meu coração.porque esse amor é eterno e inesquecivel.

    ResponderExcluir
  124. Hoje sinto uma dor imensa dentro do emu ser,meu maior sonho sempre foi ser mãe,estou com meu marido a quase 5 anos,mais de casada mesmo tenho 1 ano.Iamos ter nosso 1ºbebê,eu estava com 7 semana mais na madrugada do dia 13 de fevereiro deste ano sofri um aborto espontaneo e meu bebê se foi,estou arrasada,dói demais não tem exolicação o que estou sentindo.Mais creio que Deus me enviará um novo anjo lindo e perfeito para alegrar munha vida.Abraços a todas as mães.

    ResponderExcluir
  125. Olá a todas as mamães de anjos como eu,perdi meu bebe com 7 semanas tb,so que não sabia fiquei com ele dentreo de mim sem vida ja por 2 semanas,até que um dia sangrei e corri pro hospital,e o coração não bateu mais,ja estava fazendo pré-natal,e duas semanas antes tinha ido pq tive muita cólica,o médico falou pra ter repouso,só que o bebe morreu tres dias depois.Quando o corção não bateu,e ele me falou,eu comecei a chorar,meu esposo estava a caminho,qnd ele chegou e me viu chorando não sabia o que fazer,foi o dia mais triste da minha vida e até hj sofro,era pra ele ter nascido a poucas semanas,era pro final de abril,eu penso nele todos os dias,e sempre choro,me confortou muito descubrir esse blog e saber que não sou a unica que sofre ao assistir uma propaganda,e agora ta chegando o dia das mães seria o meu primeiro,isso é tão doloroso,sinto como se faltasse um pedaço de mim,como se eu não fosse a mesma pessoa,estamos tentando engravidar novamente,mas ate agora nada.Um abraço a todas as mamães e feliz dia das mães a todas nós.

    ResponderExcluir
  126. Ola queridas!

    Eu tenho dificuldade para engravidar, fiz tratamentos 02 inseminações quando enfim engravidei, era o momento mais feliz e magico, porem antes de completar tres meses de gestação o senhor me levou meu anjo tao sonhado... to muito triste, ferida e magoadaa...

    ResponderExcluir
  127. Olá pessoal me chamo Camila tenho 17 anos e estava gravida de 22 semanas e meia....
    Estava indo tudo bem na minha gravidez, a criança estava otima, não corria nenhum risco, era uma menininha a pequenina Giulia, o parto era previsto para o dia do meu aniverssario de 18 anos 22/11, sonhava que seria o presente de Deus mais lindo, estar com ela na minha barriga, mexendo foi o momento mais feliz da minha vida. Apesar de ser nova eu desejava muitoo a criança.
    Quando foi numa sexta feira 20/07 fui ao medico e cm sempre estava tudo maravilhoso, batimento, liquido, placenta..uma gravidez tranquila com tds os cuidados e preparativos para a chegada da princesa Giulia, quando foi a noite por volta das 21hrs comecei a sentir fortes dores, liguei p medico ele disse q a criança estava bem e q as dores poderia ser da dilatação do utero, quando foi no sabado pela manhã ja na aguentava mais de dores tinha passado a noite em claro, fui p o hospital foi quando recebi a noticia q minha menina estava nascendo, me enternaram as pressas e começou o parto normal...ela estava viva e havia esperanças foi quando ela acabou de nascer q tivi uma surpresa ainda maior, ela tinha acabado de falecer pois na hora q estava saindo teve um movimento brusco e estava enforcada pelo cordão umbilical. Giulia pesava 430 gramas e media 25 centímemtros.
    Sofroo muito com a perda dela, sonhava em arrumar a sacola, me preparar e ter meu primeiro encontro com ela no dia do meu aniverssário, achava q ia ser o dia mais lindo da minha vida, faltava tão pouco, choro muito pq queria traze-la p casa, curtir todos os seus momentos e n deixa-la em um cemiterio.
    Espero que Deus me ajude a superar esse enorme vazio q ficou em mim, pois a minha melhor parte esta morando no céu.
    Obrigada pea atenção amigos, fiquem com Deus!!

    ResponderExcluir
  128. Olá, meu nome é Janaina e ha 15 dias perdi meu bebe, meu anjo Paulo Vitor. Nunca pensei em minha vida que eu ia sofrer tanto por alguém. Quando meu anjo nasceu parecia um menino vigoroso. Todo o pré natal mostrava que ele estava bem e era um menino vigoroso. Eu e meu esposo ficamos tão felizes com a sua chegada que na noite em que ele nasceu nem dormimos so para ficarmos obsevando ele. Foi a noite mais feliz das nossas vidas. Mas no outro dia pela manhã quando a enfermeira o pegou para dar banho, ela observou que ele estava um pouco roxo e imediatamente chamou a pediatra do hospital. Imediatamene a pediatra o mandou para a UTI, pois detectou um problema no coração e no pulmão. Que pesadelo. Ele nasceu do dia 28 de agosto no dia 29 foi para UTI neonatal, não entendia pois ele nascerá com 48cm e 3.260 gramas, um menino vigoroso. No dia 02 de setembro na hora da visita na UTI, mesmo sedado conversamos com ele, ele abriu os olhinhos dele com muita força e deu um leve sorriso, dando esperança da sua recuperação. Mas nodia 04 de setembro ele deu três paradas cardiacas e não resistiu. Não me conformo, pois na noite de seu nascimento ele tinha mamado 4 vezes no meu peito e parecia saudavel. Todos os dias fico no pensamento que tenho que busca lo no hospital. Mas depois caio em si e lembro do dia, 05 de setembro, que o enterrei. Que pesadelo, fico pensando e chorando que isso não esta acontecendo comigo, mas infelismente está acontecendo. Muitos falam que tenho que procurar um psicologo para superar essa perda, mas penso que não adianta, pois psicologo não vai trazer meu pequeno principe de volta. ô Deus como esta sendo dificil.

    ResponderExcluir
  129. Olá meu nome Cristiane,faz 20 dias que perdi minha princesa Alice, ela foi tao esperada fiz todo pre natal tudo certo varias consultas com GO sempre tudo ok,so esperava o grande momento de ter ela em meus braços,e a noite que era pra ser mais linda da minha vida se tornou um pesadelo pois minha princesa nasceu sem nenhum batimento,desde dai nao tive mais paz,so tenho vontade de chorar e a unica imagine que tive dela nao sai da cabeça,eu meu marido estamos sofrendo muito ,so posso dizer que esta sendo dificil nao tem vontade de viver mais pareçe que falta um pedaço em min....

    ResponderExcluir
  130. Olá meu nome Cristiane,faz 20 dias que perdi minha princesa Alice, ela foi tao esperada fiz todo pre natal tudo certo varias consultas com GO sempre tudo ok,so esperava o grande momento de ter ela em meus braços,e a noite que era pra ser mais linda da minha vida se tornou um pesadelo pois minha princesa nasceu sem nenhum batimento,desde dai nao tive mais paz,so tenho vontade de chorar e a unica imagine que tive dela nao sai da cabeça,eu meu marido estamos sofrendo muito ,so posso dizer que esta sendo dificil nao tem vontade de viver mais pareçe que falta um pedaço em min....

    ResponderExcluir
  131. Cristiane M sei bem o que é esta dor,tb perdi minha bebe no parto,sem batimentos,mas Deus não te deixará sem amparo,tenha fé que logo logo,essa dor vai se transformar em saudades,e vc terá seu bebe em seus braços com muita saúde!As vezes temos que passar por isso,por algum motivo que agora desconhecemos,mas pra frente Deus nos dará a Vitória...Bju grande que Deus abençõe vc e sua familia e conforte teu coração!

    ResponderExcluir
  132. ola meu nome é alini tenho 20 anos e sofri o mesmo que todas acima. estava quase completando 3 meses e como meu sonho era ser mae fiquei transbordando de felicidade.andando de moto para ir na medica, sem perceber que haviam mexido no asfalto dei um baque em um quebramola e depois disto comecei a sangrar, fuu no medico fazer ultrasson e infelizmente meu bebe nao estava mais dentro de mim.foi muito triste mas minha familia me ajudou a segurar a barra. chorei muito e graças a deus mesmoo assim sou uma pessoa feliz esperando a oportunidade de ter outro filho

    ResponderExcluir
  133. É muito dificil,assim como todas aqui tb perdi meu bebê.No dia 30 de maio,tive um aborto,estava com 3 meses.Até hj não superei,fico imaginando como minha barriga estaria,sinto saudades de todas as sensações que tive,era minha 1° grávidez,minha 1° tão sonhada e amada grávidez.Penso com saudades,que meu bebê está olhando por mim.Tento me conformar que nada acontece por acaso,mais tem dias que é dificil,sonho com uma nova grávidez,sei que filho nenhum substitui o outro,mais com certeza vai amenizar a tristeza.Já estou liberada para tentar,e sei que minha ansiedade pode atrapalhar,mais como não ficar ansiosa.Mais Deus é bom,e um dia nossa hora vai chegar,e iremos pegar nossos filhos no colo.Agradeço muito ao blog,pois tem me ajudado muito,vejo que não estou sozinha.Sou do Rio e estou morando em outro estado e está longe da familia e amigos tornou mais dificil superar a perda.Mais sei que meu bebê está ao lado de Deus,está em boas mãos.E Deus ira conceder a graça de mãe novamente para todas nós.Força para todas nós mãe de anjos.Fiquem com Deus.
    Karla Oliveira.

    ResponderExcluir
  134. Oláa,meu nome é Laiana eu tenho 17 anos e tava gravida de 3 meses tava louca q a barriga crescesse logo, nunca senti amor assim eu e meu namorado eramos mt corujas. Tava ansiosa para saber quem tava vindo se era a Lunna ou o João Guilherme, mas em uma manhã de sexta feira acordei as 6:00 da manhã com um dor e vi q tava sangrando achei q fosse normal fui ate o banheiro e vi q tava descendo algo estranho gritei minha mãe ela falou q n seria nada , as dores aumentaram liguei p meu namorado fomos ao hospital chegando la o médico examinou e falou q tava perdendo um liquido que ou eu tinha perdido ou ia perder mandou ir a maternidade, fomos para a maternidade no caminho as dores aumentaram era uma contração em cima de contração e eu não queria aceitar q tava perdendo meu bebê, eu gritava pedia a deus q não me tirasse o meu filho, passava a mão na barriga e falava: MEU AMOR MAMÃE NÃO VAI DEIXAR NADA ACONTECER COM VC, EU TE AMO MT TA! meu namorado quase chorando passava a mão na minha barriga desesperado, chorei muito não pela dor mas por medo de perder meu tão desejado filho. Chegamos a maternidade, eu gritava mt quando abriram a porta do carro saiu uma bolsa de sangue eu dei meu ultimo grito de dor a da perca, entrei e ainda assim eu não tava acreditando e segurava minha barriga bem forte para ninguém querer tirar meu bebê de me, quando eu levantei p deitar na maca desceu um bolo de sangue fiquei ainda mais desesperada, quando deitei outro bolo mas esse bolo foi o meu bebê me deixando, eu quis ver mas minha mãe não deixou, eu gritei, chorei até q a médica chegou fez exame de toque e olhou p minha mãe e falou: É ELA PERDEU VIU. eu paralisei totalmente, cresceu uma raiva imensa dentro de me uma dor horrivel, meu namorado chorou, ficou p da vida. Esperei ate a hora de me transferirem p fazer a curetagem , na hora da curetagem na sala de parto deitada na maca senti algo do meu lado se mexendo um barulhinho, quando eu olho... era um bebêzinho lindo bem do meu lado ain eu chorei tanto pq eu queria q fosse meu , alguns minutos depois eu apaguei e não vi mas nada. Quando eu acordei não tinha mas nd dentro de me, alisava a barriga mas n sentia mais nada. Sinto inveja mas é uma inveja boa quando eu vejo mulheres com barrigão penso q poderia ser eu. É GENTE ESSA É MINHA HISTORIA VAI FAZER UM MÊS Q PERDI MEU PEDAÇO DE GENTE E ATÉ HOJE EU CHORO, PRA VOCÊS TEREM IDEIA TO ESCREVENDO ISSO E ME ACABANDO DE CHORAR MAS DEUS TEM ME AJUDADO A ENFRENTAR ISSO POIS QUASE ENTRO EM DEPRESSÃO. UM BEIJO A TODAS AS MAMÃES DE ANJOS QUE DEUS ABENÇOE TODOS VOCÊS.

    ResponderExcluir
  135. dia 14 de novembro descobri uma maravilhosa noticia estava gravida mais no dia 03/12 comecei a sangra fui pro hospital e ão chega lá o medico disse que eu estava com começo de aborto fui pra casa fiquei de repouso e no dia 04 /12 fui novamente p hospital e o inesperado havia acontecido tinha perdido meu bebezinho ...muito triste mais Deus sabe o que faz ..as coisas e tudo na hora certa e melhores virão para todas nos meninas ,...uma ótima tarde.

    ResponderExcluir
  136. No dia 10 de fevereiro de 2012 descobri q estava gravida do meu primeiro filho,foi maravilhoso, pois esse bebe era muito sonhado e esperada afinal ja estava com 4 anos de casada, porem no dia 13/05 descobri atraves de uma ultrasonografia meu bebe tinha uma ma formação chamada gastrosquise, porem procurei o melhor medico da minha cidade especializado em cirurgias pediatrica,me enformarao q a cirurgia nao era tao complicada porem ele teria q ficar cerca de 30 dias ou mais na UTI, e assim foi, meu bebe nasceu, foi realizada a cirurgia e graças a Deus ocorreu tudo melhor q esperavamos, no dia 20 de novembro,o medico falou q no dia 23 ele estaria de alta, porem ele pegou uma infecçao no hospital e os medicos ficavam apenas testando medicamento no meu filho, e nao faziam exames, piorando assim o quadro do meu filho, e assim aconteceu no dia 25 de novembro ele faleceu!!E agora estou eu aqui morrendo um pouco a cada dia, nao tenho mais vontade de fazer nada!nada tem sentido e graça p mim, tenho vontade de engravidar novamente, mas o medo é muito grande pq a dor é inesplicavel.

    ResponderExcluir
  137. a dor de perder um filho não se supera... agente vive cada dia com estre sentimento de frustração, é como se fosse um fracasso. sempre parece que deixou de fazer algo que pudece reverter a situação. Mas agora é tarde não se tem o que fazer, é viver com esta dor que não vai embora.
    eu descobri que estava gravida já no 4 mês de gestação, e no 6 mês subiu a pressão repentinamente, e minha filha teve que se retirada de mim por causa quase a placenta já estava madura demais, ela até estava vem pesava 855gr chegou a quase 2 kg, ai veio a infecção hospitalar, e ela não resistiu.hoje me pergunto será que eu deixei isto acontecer, não me cuidei, a culpa foi minha?
    já tenho uma filha de 19 anos mas não vou desistir de ter outro filho nem que seja adotado.

    ResponderExcluir
  138. Sem palavras para está dor... mas ela adormece em algum lugar dentro de vc! Mas as vezes ela volta a tona e é como se vivesse td novamente. Tive 2 abortos espontaneos de 16 e 8 semanas... e uma 3ª gravidez está em 2003, mas com 8 semanas descobrimos que era ectopica (gerada nas trompas)impossível de seguir a diante, em menos de 2 horas após a notícia ele se foi... Eram pouco tempo sim, mas o meu amor era ja tão grande que ficou o vazio, parece que parte de mim se foi.., Hoje não estou mais casada, e já não sinto vontade de ter filhos... mas sinto a cada dia eles no meu coração, e morando com Deus... mas como uma colega disse Deus está aqui, ele está afrente da nossa vida e isso basta para acalmar nosso coração. Bjo e obrigada pela pagina

    ResponderExcluir
  139. Uma perda como essa não existe termo que ajude a confortar...eu tb perdi meus bebês com 20 semanas de gestação, 5 meses, eram gemeos. Estava tudo correndo bem até ir fazer a ultra morfologica quando descobrimos que um dos bebês já havia morrido e o outro estava com sérios problemas cardiacos, e dois dias depois tb veio a falecer. Foi muito doloroso pois apesar de terem morrido ainda estavam em meu ventre.Corri então para maternidade com a ultrassom na mão e os médicos foram muito frios comigo. me disseram que a maternidade estava lotada e se eles já estavam mortos eu poderia esperar o atendimento.Fiquei desnorteada não conseguia parar de chorar , e quando a médica veio me atender me disse que já não poderia fazer mais nada e que eles já haviam falecido,pediu então que eu esperasse uma semana para que o organismo por ele mesmo expelirem do meu ventre o que não aconteceu.Então voltei a maternidade fui internada e começaram a colocar medicação pra induzir ao parto normal, no mesmo dia comecei a sentir fortes dores e dois dias depois eles nasceram , eu não tive coragem de vê-los, tudo o q queria era ir embora dali.No outro dia tive que fazer uma curetagem pois a medica disse que haviam restos da placenta,,pois eram gemeos e uma placenta grande.Sentir todas aquelas dores não me marcaram tanto quanto receber alta depois de cinco dias internada não imaginei que fosse doer tanto ir embora pois na saida ví tantas mães saindo felizes co seus bebês nos braços e eu com os braços vazio...foi muito doloroso...Mulher nenhuma deveria passar por isso...hj 15 dias depois de tudo não consigo para de chorar...Deus tem me ajudado e ver meu filho de 6 anos me perguntando quando os irmãos del vaõ chgar me doem muito...espero que algum dia esse sofrimento todo possa amenizar porque eu sei que nunca vou esquecer....Que Deus abeçoe e fortaleça cada mãe que passou ou esta passando por este terrivel sofrimento...grade bju da Lays

    ResponderExcluir
  140. Oi, sou Letícia, tenho 19 anos e também sou mãe de um anjo. Dia 27/03 faz um mês que Deus levou minha princesinha Manuela para junto dele, eu já estava com 8 meses de gestação quando ela se foi, tudo estava preparado apenas esperando sua chegada.
    Na quarta dia 27/02 fui fazer um ultrassom de rotina, quando cheguei lá, me deparei com uma tragédia, a médica disse que seu coraçao nao tinha batimentos, que ela havia morrido. nao sabiamos a causa, ja que minha gravidez estava tudo bem, e eu sentia ela chupar a todo minuto, apesar que quando cheguei no consultorio senti uma pontada forte na barriga, tinhamos que fazer o parto, pra passar pela pericia pra saber o que aconteceu. fui internada na quinta dia 28/02 para induzir um parto normal, nao conseguiu, tentei, sei muitas contrações, fui forte, mas tentavamos ela começava a sair mais nao dava. minha medica entao resolveu fazer a cezaria, quando acordei na anestesia me disseram que ela havia morrido por causa do cordao umbilical curto, e numa mexida dela ela morreu enforcadaa, disseram tambem que ela havia morrido na quarto dia que fui fazer o ultrassom. Não quis conhecê-la, pois Deus a levou antes que eu pudesse vê-la. O caixão ficou lacrado, mais hoje sofro me culpando porque nao sei como ela era. Nao sei se fiz certo, mas acho que so iria sofrer mais se eu a conhecesse. Sinto uma dor tao forte, uma saudade tao imensa, não consigo me desfazer do que era dela, pois tudo que eu mais queria era ter ela em meus braços, cuidando dela com todo amor e carinho. Mas Deus deve ter um plano pra mim, deve querer me ensinar algo com isso. Estou tentando ser forte, mas como voces sabem é uma dor que nao vai embora, estamos rindo querendo chorar, vivendo mais lembrando das lindas lembranças. é dificil, mas vamos superar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. meu bebe nasceu dia 19/01 de 5 meses foi uma gravides tranquila nao sentia nada ,ja acordei de madrugada perdendo sangue e muitas colicas e meu bebe nasceu ficou vivo so 4 horas ,so vi meu bebe quando a enfermeira ja estava saindo com ele nao quis olhar para ele pois sabia que ele nao ia ficar comigo meu marido resolveu tudo o enterro nao fui estava no hospital e mesmo que eu estivesse de alta nao teria coragem de olhar meu bebe no caixao ,eu nao tive reacao de nada sair do hospital e fui pra casa da minha sogra todos estavam la , sabe todos com pena de voce nao derramei uma lagrima mas nem precisava meu mundo tinha acabado ali,hoje vai fazer 3 meses mas a dor e a mesma sinto muita saudades de tudo que eu nao vivi com meu grande amor ....forças para todas nos...

      Excluir
  141. Boa noite!!
    Esse fato triste, aconteceu comigo e meu marido...
    Planejamos uma gravidez, esperamos por 9 meses ansiosos a chegada de nossa filha, tudo ocorreu bem durante a gestação, mas infelizmente, caímos nas mãos de pessoas desumanas, que só pensam no dinheiro. Me deixaram sofrendo de segunda ate quarta feira, induzindo um parto normal, quando minha filha já estava em sofrimento, já tinha ingerido as próprias fezes, resolveram fazer cesária, infelizmente já era tarde, saímos do hospital sem nossa filha... Hoje estamos atrás de justiça, tivemos essa reportagem com a Record e precisamos que muitas pessoas assistam, compartilhem, para que não caia no esquecimento, para q não seja só mais um caso, para que outras pessoas não passem pelo mesmo sofrimento que estamos passando!

    http://videos.r7.com/mae-quer-explicacao-para-morte-da-filha-em-maternidade-municipal-do-rio/idmedia/51508e71e4b03810711cf388.html?s_cid=mae-quer-explicacao-para-morte-da-filha-em-maternidade-municipal-do-rio-videos-r7_videos_mae-quer-explicacao-para-morte-da-filha-em-maternidade-municipal-do-rio_facebook&utm_source=facebook&utm_medium=social&utm_campaign=botao_facebook&utm_term=mae-quer-explicacao-para-morte-da-filha-em-maternidade-municipal-do-rio-videos-r7&fb_action_ids=10200877603769049&fb_action_types=og.likes&fb_source=other_multiline&action_object_map=%7B%2210200877603769049%22%3A501292893261189%7D&action_type_map=%7B%2210200877603769049%22%3A%22og.likes%22%7D&action_ref_map=%5B%5D

    ResponderExcluir
  142. Boa tarde,
    quero compartilhar um pouco a minha experiênca. Tem 4 dias que perdi o meu bebezinho de apenas 21 semanas de gestação. Estava tudo muito bem, uma semana antes eu tinha feito a US morfológica e nada de errado havia com ele. De repente senti um liquido se espalhar pela cama...entrei em desespero, eram 3 da manha...corri para maternidade e ao chegar para ser atendida, um médico muito frio por sinal disse que as chances eram mínimas, pois ele tinha apenas 21 semanas. Aquelas palavras nao saem da minha cabeça. Sinto uma dor tao grande e procuro manter o meu estado emocional aparentemente equilibrado, pois o meu esposo sofre desesperadamente e eu preciso de alguma forma confortar. Choro escondido no banheiro para que ele nao veja, pois quando vejo o desespero dele...fico sem chao. Peço a Deus que conforte os nossos corações, pois sei que Deus sabe de todas as coisas e fez o melhor em nossa vida. Hoje nao tenho sabedoria para entender esse MELHOR que ele fez, mas consigo com muita dificuldade compreender sua ação para comigo e o meu marido, e mesmo com a dor que carrego em meu coração...agradeço a Deus por tudo. Se alguem quiser conversar, trocar experiência... meu e-mail: leticiaferraz_vieira@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e amiga como vc também choro escondida no banheiro quando estou só .essa dor nunca passa e é eterna meu bebe nasceu de 24 semanas como vc também estava tudo certinho com meu bebe ,acordei as 2 da madrugada sentindo colicas e perdendo sangue o medico me disse a mesma coisa que meu bebe nao ia aguenta bem ele ficou vivo 4 horas e morreu eu não acreditava que deus tinha feito isto comigo pois tudo que eu queria era aquele bebe sou tentante a 10 anos e era a minha primeira gestação ,mas tudo e no tempo de deus não no nosso ,dia 19/06 faz 5 meses que meu bebe morreu mas a dor e a mesma ,deus foi muito bom comigo pois estou gravida de 11 semanas e com muita fé que tudo vai dar certo tenha força se agarre em deus só ele pode nós conforta no tempo de deus ele vai ti dar o seu milagre...

      Excluir
  143. oi boa noite, hoje meu dia esta sombrio e desmoronado, com a perda de meu fabricio com 36 semanas e 5 dias, na madrugada de quinta para sexta senti um medo incontrolavel e estava tudo normal, na sexta acordei almocei e joguei tudo fora estomago ja nao estava aceitando, chegando na consulta do pre natal o dr nao ouviu o coraçãozinho do meu filhinho, que desespero, logo corri para fazer o ultrassom e la foi constatato que o coraçãozinho nao batia mais, e tive que na mesma hora ser encaminhada para sala de cesarea onde passei por todo processo e emocionalmente abalada com a perda do meu amorzinho que nasceu lindo, um homenzinho perfeito, esta tudo dificil para mim, muito dificil, nao sei oque fazer em que pensar, quero engravidar mais rapido possivel pois esta td sem sentido para mim, um beijo e forte abraço para as maes e pais que passam por isso, e vamos continuando nossa vida, e buscando o melhor a se viver...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e muito triste essa dor e eterna meu bebe nasceu de 24 semanas do nada era tudo perfeito fui dormi e acordei as 2 da madrugada sentindo muitas colicás e perdendo sangue meu bebe nasceu as 7 25 da manha do dia 19/01 e morreu 4 horas depois parecia que era um sonho aquilo não estava acontecendo comigo mas fui forte hoje estou gravida de 11 semanas,forças tenha fé em deus tudo e no seu tempo nossos anjos estão no colo do senhor,e ele vai ti dar o seu bebe em breve

      Excluir
  144. oi,minha perda foi e é muito dolorosa.no dia 11/03/13 senti muita dor de cabeça e trabalhei normalmente,ja a noite nao aguentava mais e fui ao pronto socorro.La nao aferiram minha pressao,E o obstetra plantonista nao se importou com isso,me mandou pra sala de medicaçao e na hora da aplicaçao do medicamento tive uma pre-eclampsia .deste dia em diante fiquei 15 dias internada tentando controlar a pressao ,quando enfim conseguimos meu bebe apresentava o que chamam de centralizaçao fetal ,baixo peso e retardo de crescimento intrauterino.tudo isso o meu obstetra ja havia descartado atraves de ultrason ,que hoje eu vejo que foi muito enganosa.sofri muito pensando no sofrimento q isso devia estar trazendo pra meu filinho.enfim,no dia 26/03/13 durante um cardiograma fetal descobrimos seu sofrimento e o medico resolveu retira-lo. eu ja estava com 29 semanas .no dia seguinte fui ve-lo,me culpava por nao poder fazer algo por ele ,no momento em que me despedi dele ele abriu os olhinhos e parecia se despedir de mim.meu bebe faleceu uma hora depois ...
    meu mundo caiu...pra piorar 10 dias depois voltei a ficar internada por conta de uma trombose venosa profunda e hoje descobri que pra engravidar novamente preciso esperar 2 anos ,e ainda sim tomar anticoagulantes durante a gestaçao que sao carissimos.Quero muito ter um filho mas essa perda nunca vai ser esquecida,meu filho foi muito desejado.te amo filhao.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tenha fe DEUS e tudo em nossas vidas, e ele faz milagres o bb que vc perdeu jamais sera esquecido, mas outros virão com a graça de DEUS

      Excluir
  145. "oi gente a alguns dias eu tambem perdir o meu bebe...dia 3 de agosto de 2013 tive meu bebezinho ele nasceu prematuro de sete meses eu tive pre-eclampsia,ele nasceu com insuficiencia respiratoria,infelizmente tres dias depois ele teve uma grande hemoorragia pulmonar e no dia seis ele nao registiu e Deus o levou de mim...Quando fiquei gravida levei um choque chorava muito no inicio porque eu estava no momento dificil e nao era um momento para uma gravidez...Hoje me pergunto se DEus quis me castigar por isso...MAs eu amei e amo o meu anjinho e eu o queria comigo hoje e agora...Sei que eu nunca sonhei em ser mae mais depois que eu sentir a emoçao que é ter alguem com voce mexendo,é tao maravilhoso...SEra que DEus me castigou?NAo consigo superar?Me culpo por isso.....

    ResponderExcluir
  146. "oi gente a alguns dias eu tambem perdir o meu bebe...dia 3 de agosto de 2013 tive meu bebezinho ele nasceu prematuro de sete meses eu tive pre-eclampsia,ele nasceu com insuficiencia respiratoria,infelizmente tres dias depois ele teve uma grande hemoorragia pulmonar e no dia seis ele nao registiu e Deus o levou de mim...Quando fiquei gravida levei um choque chorava muito no inicio porque eu estava no momento dificil e nao era um momento para uma gravidez...Hoje me pergunto se DEus quis me castigar por isso...MAs eu amei e amo o meu anjinho e eu o queria comigo hoje e agora...Sei que eu nunca sonhei em ser mae mais depois que eu sentir a emoçao que é ter alguem com voce mexendo,é tao maravilhoso...SEra que DEus me castigou?NAo consigo superar?Me culpo por isso.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pensa assim não querida Deus fez o que era melhor pra ele, minha bebê nasceu 9 meses e passou por isso tudo pense que seu pequeno foi muito amado por Deus que Deus quis para ele!se quiser conversar meu e-mail kekeribe@gmail.com

      Excluir
  147. Oi, perdi meu Bebê faz 2 meses e 3 dias ele faleceu na hora do parto, eu estava com 38 semanas e 5 dias estava tudo certo durante toda minha gestação era um menino que se chamava Enzo, a minha cesária estava marcada p/ o dia 18 de dezembro de 2013 às 7:30 da manhã, cheguei no hospital às 5:30 fui p/ sala de preparação muito nervosa naquele dia tremia muito e então chegou a hora, quando ouvi a médica dizer nossa como o Enzo é cabeludo, senti um alivio mas durou segundos porque logo estranhei que ele não havia chorado então perguntei porque ele não chorou e a médica respondeu que a pediatra já havia o levado entrei em disispero prque senti que havia algo errado com o meu Bebê, eles me deram uma medicação que dormi e só acordei uma hora depois com a notícia que o meu bebê não teria sobrevivido ele estava com 2 circulares no pescoço e não conseguiram reanima-lo estava muito apertado. Doi, doi muito não estou conseguindo levar minha vida como antes me sinto como se estivesse faltando alguma coisa que não consigo viver sem, não sei como reagir, no começo me culpei bastante, pensei que pudesse ser erro médico na verdade fiquei procurando respostas para oque aconteceu e até hoje não entendo, ele foi tão planejado, esperado por todos familiares, amigos e por min e meu esposo, fiz várias eco estava tudo muito bem ele chutava muito era tudo perfeito sei que é coisa de Deus que ele sabe oque faz, mas é difícil se consolar com isso. Casei com 16 anos, hoje tenho 30 não tenho filhos foi minha primeira gravidez, meu primeiro filho, planejei ele durante 10 anos queria que fosse tudo certo, compramos nossa casa, fiz o quarto dele todinho decorado era p/ ser tudo tão perfeito, tudo tão certinho como planejei e no final deu tudo errado, não consigo me conformar com essa perda. O quarto dele ainda está do mesmo jeito desde quando eu sai no dia 18/12/13 esperando por ele. Não sei oque fazer para essa dor amenizar, acho que só o tempo mesmo.

    ResponderExcluir

1- Escreva no quadro em branco a sua mensagem.

2- Se você tiver uma conta no Google (gmail) digite em NOME DE USUÁRIO: o seu e-mail, e em SENHA: a sua senha (só você tem acesso). Não esqueça de clicar no quadro: Enviar por e-mail comentários de acompanhamento para o seu e-mail, assim se alguém postar uma resposta irá direto para sua caixa postal.

3- Caso você não tenha uma conta no google, escolha a opção Nome/URL.

• no quadro Nome escreva seu primeiro nome
• na URL (opcional) escreva o endereço do seu blog se você tiver, por exemplo: www.seubog.blogspot.com (se não deixe em branco)

4- Clique em visualizar.

5- Se estiver tudo "ok" clicar em publicar comentário.

Prontinho agora é só esperar uma resposta.

Obrigada por deixar o seu recado no blog Perdi meu bebe.

Observação: Peço a gentileza de não mencionar telefones e celulares nos comentários, pois comentários com números de telefones não serão mais publicados, caso desejem apenas divulguem o endereço de e-mail, lembrando que ficará disponível para qualquer pessoa ver. O blog não se responsabiliza pelos contatos feitos a partir do e-mail divulgado.
Cecylia